Não jogue poker se você … (reflexões de uma carreira)

E aí meu povo, como vocês estão neste final de ano?

Por aqui, tudo maravilhoso, prontíssimo para 2020. Estou neste momento na praia com a familia toda, curtindo bastante, dando risada justamente com as pessoas que eu não consigo investir tempo durante o ano. Isto é prazeroso demais e considero a melhor forma de recarregar energias.

Entretanto, este artigo não é sobre as minhas férias e sim sobre o jogo de poker.

Comecei a jogar poker em 2006 de verdade, até este ano eu já jogava poker brincando, dividindo tempo com o trabalho mas não me considerava jogador de poker profissional, nem perto disto. Após 2006 foi onde a minha vida de fato começou a mudar. Ganhei notoriedade na minha atividade, representei o esporte poker não somente como brasileiro mas também como quem tinha tesão em falar sobre o jogo mudialmente e acabei ganhando notoriedade internacional.

Neste quase 15 anos, ministrei centenas de cursos e palestras, passaram pelo QG Akkari Team e Inagame mais de 13 mil alunos, somados até este momento, dezembro 2019. Todos os tipos de pessoas que vocês podem imaginar, todas as idades a partir de pelo menos 18 anos, todos os perfis sociais e psicológicos.

Convivi com todos os tipos de profissionais. Os bons, os médios, os ruins que se chamavam profissionais por glamour, os gêniais, todos!

Neste final de 2019, estava conversando aqui na praia com um conhecido meu e novamente, pela milionésima vez, veio a pergunta “Po Akkari, como faço para virar profissional de poker!”.

Eu depois de tanto responder esta pergunta da mesma forma “estudar bla bla bla ..” resolvi pensar de fato no assunto e tentar entender o que aflinge quem esta fazendo esta pergunta.

Todo mundo sabe que tem que estudar qualquer coisa, se alguém acha que não já esta meio drawing dead na vida, portanto, estudar não é uma boa resposta e sinceramente, é difícil de achar uma boa resposta.

Aí, refletindo hoje, pensei o oposto. O que são coisas que você tem q te afastam deste jogo. O que compõe o seu perfil que faz com que no poker você vire estatística negativa?

Aí, pensando por este prisma, comecei a me assustar um pouco. É muita coisa … pqp!

Jogador de poker é um bicho estranho demais irmãos …

Vamos começar então … quais as características que se você possuí você deve fugir do jogo?

1 – Sofre quando perde dinheiro?

Se sim, esquece amigo(a).
Jogar poker é perder, perder e perder, para depois ganhar. Mas perder é uma ação que apavora muita gente, apavora de verdade. Tem gente que fica de mal humor, sofre, entra em depressão, briga com os outros, mata pessoas, tem de tudo.
O Poker me ensinou a, desculpa o palavreado … “cagar e andar” para o dinheiro. Dinheiro é apenas um meio, uma forma de nos levar ao que queremos. É como você pegar uma estrada e a todo momento ficar pensando no asfalto, ou chorando a todo momento pelos buracos q nela existem. Para para pensar, você nunca pensa nisto. Você só dirige!
O dinheiro lhe faz sofrer, ou ganhar algum dinheiro te da poder, você fica se achando? Então esqueceeee, este jogo não é feito para você. Você vai sofrer demais, não vale a pena jogar irmão, pode confiar.

Você vai pegar um avião, atravessar o mundo, pegar um bolo de dinheiro, 5 mil doláres, ir no caixa, entregar para um atendente ali, ele vai te devolver uma porra de um papelzinho escrito MESA E SEAT, e gg. Grandes chances de daqui a pouco, você levantar a bunda da cadeira e sair andando com cara de bunda. Várias pessoas empilhando fichas, inclusive um deles empilhando as suas, e você arrastando corrente no meio do salão com aquela cara de que é azarado, burro e fdp kkkk e ir para o quarto pedir comida.

2 – Você se sente azarado?

Esqueceeeee o poker novamente! O poker é um grande reduto de azarados. É uma bandeija para você chorar as suas pitangas, contar com aquela cara de vítima para os seus amigos o quão zicaaaado você é. Portanto, sei que em um primeiro momento você pode até curtir entregar aquela carga de vitimismo, mas no geral você vai rodar. Você vai sofrer, e vai achar que antes você era só zicado, agora você é o mais zicado do mundo e qualquer fpd no salão tem mais sorte que você. Isto vai lhe dar úlcera, gastrite, dor de cabeça, tú tá fudido irmão. Corre!

3 – Você curte ostentar?

Sabe o Dan Belzerian? Ele não joga poker, é mentira! É um golpe que não sei se ele, ou a mídia, sei lá quem na verdade inventou. Já vi ele jogando, ele tinha dúvidas nas regras, se você quiser veja no youtube aí que você vai achar.

A variância no poker é algo que trucidaaaaa quem ostenta. Por que em vários momentos você sim, está com dinheiro. Se neste momento você compra lancha, compra carro novo, paga balada pra todo mundo, manda descer champagne. Depois de um tempo você vai ver que não somente esta sem grana para os buy ins, como também que somente os maiores buy ins te apetecem.

Isto é uma combinação bombástica, você tá sem dinheiro, tá sem psicológico pq viu a grana ir embora rápido, se acostumou com aquela vida de novela e agora só quer jogar caro, onde estão todos os malandros que fazem o contrário do que você faz, estudam, protegem seus bankrolls, e estão prontos para estuprarem você. Parabéns, você fracassou!

4 – Você ama sua familia e seus amigos a ponto de não conseguir ficar longe deles!

Eu amo minha familia, amo do fundo do coração, mas eu aceitei na minha vida ficar longe dela em diversos momentos e mais que isto, não sofro a ponto de influenciar a minha performance. Se você não consegue, o poker como profissão não é para você.

Se você for mal sucedido, você se ferrou, então esquece este caso, se você for bem sucedido você vai perceber que tudo para você continuar sua missão acontece longe da sua casa, e quanto mais longe você for maior a grade de torneios que você poderá jogar. Portanto, a lógica é o afastamento. Se você perder a pegada de viajar, diminui o volume, aumenta a variância e coloca mais a sua familia em problemas financeiros. Entendeu? Pensa nisto!

5 – Você tem tendências a compulsão?

Hummmmm rodou! E rodou pesado!

O poker é um prato cheio para você se ferrar. Não por causa do jogo em si. A taxa de compulsivos nele comparado com outras atividades compulsivas é das mais baixas, estatíticamente falando. Pesquise no google que você vai achar rapidinho. Mas os problemas não estão nele mesmo e sim perto dele.

Primeiro ele acontece dentro dos maiores casinos do mundo. Ou seja, você vai infinitamente mais cair de torneio do que ganhar, portanto vai estar puto, estando puto vai para as mesas de roleta e etc. Se ferrou!

Segundo, você caindo, vai estar queimado. Chegando no quarto o que queimados fazem? Pedem comida, comida para caralho!!!! Ou seja, rodou!

Terceiro, com este tilt todo embutido vai fazer outras merdas, bebida pra cacete, drogas pq estão em todo lugar na sociedade e por aí vai.

O problema que conecta todos os pontos anteriores? Você se queima! E SE QUEIMANDO, VOCÊ VAI RODAR!

6 – Você mente?

Se sim, esquece o poker, não entra nesta. Mentir no poker é fatal para a sua evolução. Você nunca fala uma mão de verdade, aí nunca ouve uma opinião que te ajuda, pq tudo é mentira. Você sempre contas as coisas pelo prisma de te proteger da vergonha ou ver como é a melhor forma de você não passar vergonha, aí ja era.

Você é bom em matemática aí coloca o poker como sendo isto e esquece o resto. Você é bom em poker explorável, aí coloca isto como sendo a parte mais importante. Você esta fadado ao fracasso. É melhor você sair antes de entrar, nem encosta por que o jogo vai te maltratar demais. Sua vida vai ser um eterno dramalhão mexicano.

Mas é o seguinte ….

Se você escapou de todos este itens, em 2020 venha para o poker! É o esporte mais tesão do mundo. Social, inclusivo, estratégico, lógico, é fudido demais! Quanto mais eu jogo mais eu vejo todo o lado irado dele. E simplesmente o brasileiro se apaixonou pelo poker e muito.

Não paramos de crescer, bater todos os recordes, tudo esta bombando e os próximos anos prometem ser ainda mais explosivos.

Desejo a todos um ano irado, ralem bastante, desenvolvam o gosto por estudar, não só poker mas coisas novas em geral, a vida é muito mais legal assim!

Grande abraço a todos,

André Akkari

4 comentários sobre “Não jogue poker se você … (reflexões de uma carreira)

  1. Muito obrigado pelo post Akkari! Além de ser seu fã como jogador, sou fã da sua pessoa e sua capacidade de analisar as coisas por esse viés mais pessoal! Muito obrigado!

  2. É meu amigo, alguns se encaixam neste perfil mas como amamos este jogo o que nos resta é trabalhar mais e melhorar nosso jogo e nos mesmos com.o seres humanos, jogo desde 2014, e sinceramente o poker me ajudou muito em vários fatores, pois para vencer temos que ser melhores, mas não é fácil vc sabe disso, porém não é impossível…..
    Feliz 2020 a todos, que venha várias forras a todos…..Aqui é Brasil porra….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.