Quando você sabe que venceu na busca por ser atleta profissional?

E aí galera, tudo bem com vocês?

Muito tempo sem escrever aqui né? Foi mal! Curto demais escrever, dividir minhas experiências mas os últimos meses tem sido de uma intensidade tão grande que não vem sobrando tempo para nada.

Torneios pra caramba, graças a Deus todos eles com boas performances e isto tira ainda mais tempo, reuniões boas, patrocinadores novos, estou no momento mais feliz da minha carreira em todas as categorias, mas confesso que sinto falta de interagir via blog com vocês. Este blog fez muita diferença na minha carreira. Ele me aproximou de quem gostava de mim, fez eu dividir coisas que eu não falava em lugar nenhum, receber feedbacks, sinto falta de verdade, mas no final é o que é certo, não dá pra ficar chorando. Toda vez que eu conseguir escrever vou mandar bala.

Uma das experiências mais recompensadoras que eu tive como empresário e investidor foi me conectar a Furia. A história começou com o Guerri, um jogador profissional na época que acabou ficando meu amigo quando me aproximei da CNB, indo até a minha casa e mostrando um plano de negócios que ele tinha feito para montar uma org de CSGO.

Na época, não muito tempo atrás, final de 2016 se eu não me engano, os meninos da SK estavam a todo vapor e eu estava assistindo CS feito um maluco para torcer para eles. Criei muita simpatia por eles desde o primeiro momento, acabei os conhecendo em Las Vegas e desde então minha amizade com eles só cresceu. Diante disto, minha disponibilidade e vontade para investir no CSGO era mais alta, olhei com mais carinho ainda o plano do Guerri.

Depois de decidir dar andamento no plano, acabei conhecendo o Jaime, através de um grupo de CS do whats que montamos com uma galera fantástica de Santos chamado CTR, onde até hoje convivo com estes debilóides todos os dias. O Jaime mostrou uma vontade gigante de entrar com o pé na porta neste mundo também, na verdade já estava fazendo um plano parecido. Juntamos as coisas e enfim ele se transformou em CEO da Fúria, sendo o responsável por praticamente tudo em termos empreendedores do que a Furia é hoje.

Porém meu post não é sobre negócios, é sobre performance!

Quando este time que esta formado hoje nasceu, com Art, Vini, KS, Yuri e Able, o Able na verdade chegou um pouco depois com a saída do meu grande amigo Spacca, eu comecei a avaliar e analisar mais de perto a forma com que eles lidavam com a carreira. Eu sempre gosto de fazer isto quando estou perto de pessoas, olhar como eles lidam com treinos, vitórias, derrotas, comparar a carreira deles e o desenvolvimento com a minha no poker, com as de outros atletas que conheço. Faço isto quase como um vício, sou doente por pessoas, por análise de pessoas, e assim coisas como a Fúria enchem minha cabeça de adrenalina.

Os meninos praticamente deixaram tudo para trás para viverem de CSGO. Deixaram namoradas, faculdades, familias, para viajarem o mundo atras de um sonho que eles assistem no twitch. Todos os atletas fazem isto, uns tem mais condições financeiras familiares e acabam sofrendo menos, outros tem mais dificuldades e acabam sofrendo mais, mas deixar coisas para trás é similar a todos. No caso destes meninos, eles foram all in sem dó. A maioria com condições financeiras pouco favoráveis, colocaram tudo o que tinham nesta oportunidade.

Qual o momento que define se eles conseguiram cumprir o objetivo?

Será que no momento em que você olha no seu banco e conseguiu guardar X?

Será que no momento em que você ganha um campeonato grande que lhe dá visibilidade?

Será que no momento em que alguém lhe fala que você é talentoso e vai ser o melhor do mundo?

Será que no momento onde algum grande time decide te contratar?

Não, aprendi com a minha carreira que nenhum destes momento define que você tomou a decisão certa e que tudo que você fez valeu a pena.

O grande momento da vida de uma atleta que ele realiza que ele é de fato um atleta profissional, que pode passar o resto da sua vida comercial ativa ganhando dinheiro com aquilo, fazendo o que ama, e perfomando, é o momento em que você enfrenta atletas notoriamente profissionais, preparados, rankeados, e joga de igual para igual.

Muitos estão tentando a mesma coisa e podem ganhar um torneio e achar que são profissionais, mas não são, vão cair estatísticamente no meio do caminho se não tiverem qualidade. Outros muitos podem ser paparicados por grandes equipes por que tiveram um momento de brilho mas se de fato não tem qualidade caem no meio do caminho.

Quando você enfrenta os monstros, as suas referências, os que você assiste na TV e joga de igual para igual, aí acabou. Você venceu! Mesmo se perder aquele jogo em si, você venceu!

Lembro de um momento em um torneio na WSOP que eu joguei um Horse de 10k na mesma mesa com Ivey, Negreanu, Doyle Brunson, e Hellmuth. Em um torneio de poker pagando você joga, mas não, joguei de igual para igual, joguei analisando o movimento deles e vendo o que eles erravam e o que acertavam, joguei com eles de igual para igual, eliminei Brunson no Horse jogando bem, blefei as mãos que tinha que blefar, não perdi uma street de valor, tudo como um deles faria que são os monstros. Ali eu percebi que não importava se eu ganhasse aquele torneio ou não, eu havia vencido.

Mas e daí pra frente certo, o que você faz?

Rola a bola, esta é a verdade!

Estuda feito um maluco, treina feito um condenado, entra em cada competição com a cabeça preparada efetuar a melhor jogada sempre, focado 1000% por que eles vão estar assim, e aí … deixa a bola rolar! Por que não tem saída, você vai ganhar, os títulos vão vir, o dinheiro vai entrar, tudo vai acontecer como acontece para aqueles que um dia você estava assistindo.

Assim você pode não perceber, mas rapidamente, estarão agora assistindo você e o ciclo continua.

Estes meninos da Fúria tiveram este momento hoje! Sendo o 44th melhor time do mundo, enfrentando hoje o 8th. E jogaram na Cache de igual para a igual, deram calor nos caras, quase venceram, perderam por detalhes, mas eles não sabem, eles venceram!

Na pegada que eles vem, não tem a mínima chance de acontecer nada de diferente, eles fazem parte do seleto grupo de jogadores de CSGO de alta performance mundial. Ainda são calouros neste grupo, ainda não são reconhecidos como os grandes, mas não importa, deixa o melão rolar que o universo entrega sempre.

Existe possibilidade de acelerar este processo?

Sim, na minha opinião, é difícil demais, mas existe. Tudo gira em torno de duas palavras chaves, ANSIEDADE e EXPERIÊNCIA. Estas são as duas mágicas depois que você chega neste nível. Garotos são ansiosos, sofrem mais com derrotas, acumulam menos experiências do que jogadores mais experientes, esta é a real, acumulam também mas demoram mais para efetiva-la. Se eles conseguirem entender que o foco tem que ser apenas nas grandes decisões, na concentração total, e em volumar este modelo extraindo de cada situação novas experiências, acabou, tudo vai acontecer. Caso eles não consigam fazer tudo isto de forma acelerada, não tem problemas, vai acontecer do mesmo jeito mas um pouco mais demorado.

Eu aprendo demais com eles, assim como jogadores de poker no início de suas carreiras. Aprendo porque hoje me sinto mais confiante em extrair experiências e aproveita-las como eu não conseguia quando era mais novo, então cada “mindset”, cada frase, cada mensagem, cada performance, serve para eu melhorar a minha carreira como jogador profissional de poker. Nos momentos de alta pressão na minha carreira, em uma mesa final, em uma mesa de TV de uma reta final, tudo isto vem a tona para mim e uso a meu favor, analisando outros jogadores e extraindo vantagem com isto.

Hoje em dia não tem mais tristezas na minha carreira, acabou, o jogo já esta ganho por que cheguei naquele nível que falei lá em cima. Agora só tem, melhorar o foco, aumentar a concentração e aumentar a qualidade técnica. O resto é curtir, aproveitar, ver o quão tesão é ter me tornado jogador profissional de poker, desfrutar do dinheiro que eu ganho, procurar torneios pelo mundo, investir em coisas que me de alegria, pronto, é isso!

Porém, quem não vive este cenário, acha que só vai conseguir isto a hora que tiver uma dor curada, seja dinheiro, um título, ou qualquer outra coisa, e não é, é falso este pensamento. Suas dores se curam no momento em que você realiza que você É FODA!

A Furia foi montada com este time a menos de um ano, a org a menos de um ano e meio, nosso maior patrocinador, Hyper X, entrou a menos de 5 meses, e hoje disputamos um jogo para ganhar a vaga no major com o oitavo melhor time do mundo e fizemos eles suarem, na palavra de um dos jogadores deles, e amanhã temos outra chance.

Se ganhar muda alguma coisa em tudo isto que falei? Nada, absolutamente nada! apenas aumenta a alegria de jogar um puta evento tesão

Se perder muda alguma coisa? Nada, mas nada mesmo, apenas aumenta o prazo em que jogar este puta evento tesão vai acontecer.

Depois que volumarmos este evento tesão, o parâmetro começa a ser, ganhar este evento tesão, e assim a carreira continua …

Este post é em homenagem a estes garotos, Art, Able, KS, Yuri, Vini, Guerri e Jaime, eu com 44 anos posso chamar todos de garotos. Vocês enchem meu coração de orgulho amigos, tudo já esta acontecendo, meu tesão de poder ter ajudado vocês a conquistar o que disse neste post que vocês já conquistaram é tremendo, agora a missão de vocês é, aproveitem o máximo que puderem, façam com alegrias, curtam cada um destes momentos e mais que isto, entreguem-se ao máximo em cada jogo da carreira, vocês estão de parabéns!

Fiz questão de escrever este post antes do jogo de amanhã para não parecer que escrevi apenas porque ganhamos, ou apenas porque perdemos. Tudo que escrevi faz parte do plano de compartilhar de fato minhas experiências no plano de jogador profissional, e com os relacionamentos que tenho com atletas da mais alta casta de performance do mundo. Amanhã é apenas mais um dia no escritório, como foi hoje!

Grande beijo a todos,

Andre Akkari

5 comentários sobre “Quando você sabe que venceu na busca por ser atleta profissional?

  1. Parabéns pelo empenho @Furia o céu é o limite para vocês.

    Vocês tem um mestre como “patrão” suguem todas as dicas e experiências deste cara. Ele é um puta profissional e um puta cara do bem. Tmj Akkari

  2. Belíssimo texto. Parabéns aos meninos pelo momento que vivem e também ao Akkari, pelo grande momento como jogador e como empreendedor. Hoje a vaga é de vocês. #GOFURIA!

  3. Cara, não consigo nem explicar o que eu senti lendo esse texto. Um dia eu estarei no mesmo nível que esses caras, fazendo o que eu amo, que é jogar CS, embora eu nem jogue o Global Offensive por não ter um pc que suporte. Inspiração em você e neles, parabéns pela conquista de hoje.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.