O que o poker e os esportes eletrônicos tem em comum?

E aí meus amigos, vocês não fazem idéia o quanto estas férias no Rio estão me fazendo bem. Curtindo minha familia da maneira mais intensa possível como a muito tempo eu não fazia.

Até me aproximei em poucos momentos do trabalho, como no domingo passado que joguei a reta online da casa do meu irmão Gualter Salles e peguei retas finais no $700 e $215, e também no super anúncio da nossa compra da CNB E-Sports junto com o ídolo Ronaldo que também me tirou aqui de casa para ir assinar os documentos mas no resto o foco esta sendo minhas filhas e minha esposa. Estou super feliz!

Hoje tirei meia horinha para escrever este artigo pois queria compartilhar alguns pensamentos estratégicos dos meus últimos dois anos de aproximação com o E-Sports de uma maneira geral.

Meu tesão começou exatamente pelo o que eu mais amo fazer, JOGO. Eu sou doente por jogo, seja lá que jogo for. Obviamente o Poker é a minha maior paixão, o que me trouxe até aqui, onde sou campeão mundial e tenho minhas atividades empresariais mais conectadas. Do poker eu tiro não somente o meu sustento financeiro como também sacio a minha sede de adrenalina. Mas depois que você se envolve com os esportes eletrônicos não tem saída, você fica vidrado.

Comecei a torcer pelos meninos do LOL, jogar CSGO e torcer para os meus amigos, e comecei a entender como funcionava o mercado de uma maneira geral e foi o suficiente para eu entrar de cabeça nesta história.

Meu irmão Igor Federal uma vez me ensinou uma coisa que vou levar para o resto da vida. Eu em uma das minhas empreitadas com paletas mexicanas, onde acabei perdendo dinheiro, dividindo minha frustração com aquele negócio com ele tive que ouvir “Akkari, tem mercado que você é piranha e outros que você é presa! Entra onde você é conhecedor, entendedor das possibilidades e das oportunidades, não entra onde você é presa!”, sabe o que significa isto? Conhecimento, estudo, dedicação. Todas as vezes que entrei em coisas que eu não era profundo entendedor e não tinha ninguém de super confiança que era eu perdi dinheiro, por outro lado o oposto eu sempre me dei bem demais.

E 1 ano e 8 meses atrás eu comecei a estudar de corpo e alma o mercado dos esportes eletrônicos, um mercado bem complicado, ultra mal trabalhado na minha modesta opinião pela maioria dos envolvidos e ultra bem trabalhado pela minoria mas que em muitas coisas se assemelhavam com o nosso fantástico poker. Foi o suficiente para eu desprender esforço intelectual e financeiro para entrar de cabeça nele.

Meu foco como profissional continua e continuará pelo menos pelos próximos 10 anos sendo o poker, vou correr o circuito este ano como nunca corri e fazer horas online de jogo como não consegui fazer nos últimos dois, mas em termos empresariais minha cabeça vai para poker e e-sports e todas as suas conexões.

Poker é um esporte individual, onde através de uma pequena estrutura que não requer muito investimento uma pessoa pode buscar a profissionalização. O e-sports também, as pessoas jogam em times mas acaba sendo um conjunto de esforços individuais desconectados de time para depois que o cara brilha ele conseguir se atrelar a alguém. Não precisa de muito investimento.

Poker e o E-Sports precisam de uma característica que os aproximam demais, volume! Jogar duas horas de CSGO por semana ou de LOL não vão lhe levar a lugar nenhum a não ser para a diversão. Poker é a mesma coisa, sem volume não tem rentabilidade garantida.

Ambos os ambientes precisam de algo que requer um  esforço colossal. ESTUDO. No poker isto fica bem mais claro, já que no e-sports não se joga com premiações tão próximas, então dá para se enganar e parecer um pouco mais brincadeira até ficar um pouco mais velho. Poker como não joga-se menor de idade e as premiações são diretas, as pessoas entendem rápido que são perdedores ou ganhadores e o próximo passo é buscar estudo.

No e-sports e no poker quem quer aprender e de fato ter um linha lógica para virar profissional não tem referência, não sabem para onde correr. Ficam expostos a diversos cursos, coachings, coisas furadas misturadas com legais que complicam demais o entendimento técnico e acabam gastando mil vezes mais horas jogando do que estudando. Todos os cyber atletas sofrem com isto, os do poker e os do e-sports.

O poker se resolveu um pouco melhor com o nascimento dos grandes times, Akkari Team, Samba, 4bet entre outros, agregam no seu elenco centenas de jogadores, o que faz com que você pelo menos tenha um norte. No e-sports não, quer jogar CSGO? Tá fudido para achar um time com estrutura de coaching realmente top, estatisticamente é complicado demais conseguir uma vaga em algo que realmente preste.

Os dois são divertidos demais, os dois são sociais, e os dois mexem com adrenalina. Os dois tem premiações em dinheiro, os dois tem seus ícones bons e ruins, os dois tem grandes players controladores do mercado. No poker são os grandes sites como PokerStars, no e-sports são os desenvolvedores com Riot, Valve, Blizzard entre outros. Os dois possuem jogadores ganhando pouco com rendas extras mas no poker a renda direta do jogo favorece mais o atleta no que no e-sports. Estes para conseguirem viver do jogo é um parto, uma missão quase impossível. Ou se submetem a viver apenas jogando e se divertindo, trabalhando em outras áreas, ou vão ralar contra uma estatística quase nula. No LOL que é o jogo que mais oferece oportunidades no Brasil as chances são quase zero, no CSGO, Overwatch, Fifa, DOTA e etc no Brasil é missão impossível eu poderia dizer.

Ambos os cenários vivem conectados na internet 100% do tempo. Eu André tenho uma carreira pós 2014 mais com torneios ao vivo, tanto é que perdi rendimento no poker online que como desafio pessoal vou atacar novamente em 2017, no e-sports não tem esta opção, é tudo online, o tempo todo. Os eventos ao vivo são raros e para muito poucos.

O conteúdo técnico dos dois se aproxima mais do que as pessoas imaginam. O pensamento lógico, a matemática o conhecimento do ser humano e os planos estratégicos se aproximam demais, poker e e-sports tem características muito similares. Quando o estudo é voltado para estas vertentes o crescimento individual acontece. O e-sports tem um diferencial, velocidade com as mãos, facilidade física que no poker não é tão necessário, entretanto o poker tem na sua frente ao vivo onde estão as maiores premiações a leitura do ser humano, olho no olho. O mundo do e-sports por ser composto em sua grande maioria de garotos ainda não possuem tanto esta habilidade. Ainda são fissurados pela ação mas não muito na peça que esta atrás do mouse.

Os dois tem uma legião enorme de fanáticos, torcedores e admiradores. O e-sports ganha nos haters, a quantidade de pessoas que entram em streamings para xingar e derrubar outros pela palavra é impressionante. O poker também tem os seus mas como não tem nem  a mesma massa acaba sendo em menor quantidade. Eu tenho uns que me acompanham, soltam suas invejas de vez em quando mas não são grinders disto. No e-sports tem odiadores profissionais!

No final das contas, os dois tem coisas importantes em comum e algumas poucas bem diferentes mas de todas elas vejo algumas que são mais relevantes que é exatamente onde quero trabalhar.

No futuro, os pais terão orgulho cada vez maior de seus filhos serem atletas cybernéticos, atletas da mente, para que isto aconteça precisam ser desenvolvidas ferramentas e instituições sérias neste ensino e principalmente, acessíveis. Os cursos de hoje em dia não formam jogadores, orientam mas não formam, e mesmo assim são caros demais. O nosso curso mesmo ele é uma fronteira que o jogador quebra incrível, pessoas saem de lá chorando de verdade, não é blefe, mas ele não tem continuidade, ele não acompanha, ele não forma, ele apenas orienta. No e-sports então as estruturas são ainda mais fracas!

Fora o educacional, quero repetir no e-sports o que fizemos no poker. Levar o cenário de patrocínios e trabalho em conjunto com os grandes desenvolvedores para uma parceria nunca vista. Com profissionalismo nos times, nas agências de marketing esportivo e acompanhamento de carreira, na integração com celebridades, e no desenvolvimento de ídolos e mentes brilhantes dentro do esporte digital.

Quero contar com o apoio de vocês, vamos levar o poker e o e-sports para cada vez mais casas, para sustentar cada vez mais familias e principalmente mais orgulho dentro delas. Vou precisar deste apoio de vocês como sempre tive e acho que podemos chegar a patamares no Brasil como hoje já temos na Europa e EUA, ou ainda maiores.  O Brasileiro é criativo, gosta de jogo, é proativo e tem garra no sangue. Esta combinação é bombástica!

Gde abraço,

André Akkari

11 comentários sobre “O que o poker e os esportes eletrônicos tem em comum?

  1. grande texto mestre akkari, como certa vez escutei em algum bar por ai a seguinte frase: vc pode medir o tamanho do seu sucesso pelo numero de invejosos que te criticam sem razão, as duas coisas sempre vão crescer proporcionalmente, sabedoria de bar mas se aplica, forte abraço.

  2. Primeiramente eu queria lhe dar os parabéns por tudo o que conquistou e construiu até hoje.
    Acompanho seu trabalho desde 2008 quando eu tinha 13 anos e conheci o poker, desde então virei seu Fã e passei a te seguir em todas as redes sociais (orkut, twitter, etc), acompanhando você eu consegui entender um pouco sobre o que realmente era o poker o que me deixou fascinado.

    A minha pouca idade me afastou do poker na época, entrei então de cabeça no Dota 2. Joguei por aproximadamente 8 anos até conseguir jogar a nível competitivo no Brasil. Em 2015 tive a oportunidade de jogar a Brasil Game Cup representando a Santos.Dexterity junto com alguns amigos que fiz online (Antigo time do TACO). Depois de anos de treino cerca de 10 a 15hrs/dia tinha chegado a nossa hora.
    A nossa estrutura não foi das melhores, não treinamos em nenhuma casa juntos, eu e meus colegas de equipe nunca tínhamos nos visto pessoalmente. Não culpo a Santos.Dexterity nem a BGC por isso, era apenas um reflexo da falta de profissionalismo do e-sport no Brasil e principalmente do cenário de Dota 2.
    A falta de profissionalismo no e-sport Brasileiro faz com que sejam desperdiçados inúmeros talentos.

    Admiro sua inteligência, visão e coragem e fico muito feliz de saber que mais um dos meus ídolos está investindo nos sonhos de outras pessoas.
    Atualmente estou acabando a faculdade e espero um dia conseguir contribuir na construção de sonhos igual você.

    Valeu mestre!

  3. O Couter caiu muito com o fim das LanHouses e seus corujões, espero que volte!! Eu ainda jogo cs 1.6…ele eh eterno…Saudades daquela epoca!!
    Bacana o texto!!
    Forte abraço a todos!!

  4. Sou gamer e acompanho esports há tempos. O boom já aconteceu nos EUA, Europa e Ásia, mas o Brasil ainda engatinha, pois a cultura de jogos eletrônicos por aqui é de que é coisa de criança. Isso faz com que os investimentos na área profissional sejam baixos.
    É por isso que fico muito feliz de ver o Akkari entrando de cabeça nisso. É um puta de um empreendedor e já se mostrou apaixonado pelos jogos. É de gente assim que o Brasil precisa pra fazer a nossa cena explodir de vez.

  5. Parabéns, Akkari.

    Como amante dos games e da tecnologia, respeito demais o trabalho que você já fez pelo poker e pretende fazer pelos e-sports.
    Acompanho ambos os cenários já faz um bom tempo, e sempre tive a noção de que é um mercado extremamente promissor, e que não tem nenhuma outra possibilidade pra ele, além de crescer cada vez mais.
    Fico tranquilo em saber que você vai ser um dos pioneiros no país a investir nessa área, já provou mais de uma vez que é um baita empreendedor, e com certeza só vai vir coisa boa dai.
    Espero um dia poder contribuir também pra esse cenário de alguma forma.

    Máximo respeito !!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s