Como seria o jogador de poker perfeito?

E aí galera, como seria o jogador de poker perfeito para vocês?

Eu depois destes 9 anos de carreira tenho uma boa idéia de como deveria ser esta entidade e gostaria de compartilhar com vocês pois acho que é assim que evoluímos na carreira, buscando o melhor, se espelhando nos melhores e tentando todos os dias ser melhor do que fomos no dia anterior. A constante evolução é parte da formação do jogador perfeito.

Para mim o jogador perfeito tinha que ter características que encontramos muito hoje no jogo de diversos alemães. Me parece que o poker por lá é tratado com tanto profissionalismo em termos de estudo e evolução que eles conseguiram adquirir boa parte das características mais lucrativas e otimizadas de se praticar este nosso esporte.

Frieza

Jogadores que comemorar a cada coin flip, jogadores que choram bad beats, pessoas que no nível 1 de um torneio ainda sem ante já estão de pé pedindo VALETEEE VALETEEEE, muito provavelmente não tem futuro neste nosso esporte de forma profissional. O jogador perfeito deveria ser frio, a todo momento, não comemora potes puxados, e não porque não são legais mas sim porque alterar de forma repentina e intensa o funcionamento do seu cérebro, da sua atividade cerebral faz com que você não o otimize 100% logo na mão seguinte, e o jogador perfeito deve jogar com força total a todo momento, mão a mão.

O jogador perfeito olha para uma bad beat ou para um pote puxado e automaticamente grava todas as etapas daquela mão e características dos envolvidos, tudo, simplesmente tudo. Quem subiu, quanto subiu, para o olhar dele foi ao bater o flop, como ele pegou nas fichas, quais as falas que ele deu, quanto tempo demorou para apostar, quem estava ao seu lado esquerdo e direito, tudo faz diferença e tudo é ultra importante. O jogador perfeito acumula todos estes dados na cabeça e se tiver problema de espaço no HD ele abre um caderninho e escreve rapidamente tudo o que rolou com duas intenções. Usar estas informações contra os envolvidos no futuro naquela mesma mesa, ou em outra, e chegar em casa e estudar todos os movimentos a fim de procurar falhas técnicas no seu jogo.

Educação

O jogador perfeito jamais grita quando acertar uma bad beat, o jogador perfeito busca sempre uma entrada por cima, mas mais do que isto ele busca puxar ficha sem mostrar as cartas, entretanto, como estamos falando de poker mesmo o jogador perfeito pode distribuir bad beats e entrar por baixo mas por ser perfeito ele de maneira nenhuma grita ao acertar 2 outs. Ele entende que para o professional ele falhou naquele momento ou que pelo menos deve haver um respeito mútuo entre ele e o outro jogador no pote, quase que um respeito com a dor do outro, ou melhor, apenas o foco no certo e errado e nunca orientado pelo resultado.

Técnica

O jogador perfeito estuda todos os dias, estuda a parte técnica do poker, estuda o funcionamento do cérebro, estuda tells do ser humano de comportamento dentro e fora das mesas. O jogador perfeito assiste todos os programas de poker que passam na TV pois sabe que mais cedo ou mais tarde vai enfrentar aqueles jogadores e precisa acumular o máximo de informações possíveis sobre eles para usa-las no futuro.
O jogador perfeito não joga todo dia, ele sabe que isto faz com que seu cérebro não exerça 100% das suas capacidades, ele joga pelo menos 4 vezes por semana mas não mais do que 5.
O jogador perfeito jamais, jamais, jamais, joga fora do seu bankroll, ele sempre tem no seu caixa pelo menos 40 vezes o valor dos buy ins que eles esta dando. Desta forma o jogador perfeito nunca se sente pressionado pelo dinheiro e sempre pode tomar a atitude mais lucrativo sem medo do resultado.

O jogador perfeito não muda de cara em nenhum momento, não promove fake tell, não mexe a cabeça, nem o olho, nada, se ele tem AA ele esta de uma forma, e se ele tribeta de 72 ele esta da mesma forma.
O jogador perfeito caça seus oponentes com o olho a todo momento, estando ou não estando na mão. Ele já entendeu o quanto isto faz diferença para fazer as pessoas foldarem.

O jogador perfeito joga várias mãos no começo do torneio mas dificilmente ele caí, ele sempre caí no meio do torneio, mas quando passa desta etapa aí dificilmente tiram ele da reta final, a não ser por um mega esforço do baralho.

Derrota

O jogador perfeito perde mas quando perde levanta da cadeira e dá a mão para todos os seus adversários como um sinal de respeito, acabou a batalha mas não acabou a guerra, então como outros ainda estão em campo eles os reverencia com um apertar de mãos e vai procurar uma próxima batalha. Sorriso no rosto, entendendo sempre que aquilo faz parte da vida de um profissional.

Mentira

O jogador de poker nunca conta uma mentira sobre mãos de poker, ele nunca se engana, ele fala a verdade pois quer saber a opinião dos outros sempre, isto o faz evoluir. Ele não mente carta, não mente size bet, não mente estágio do torneio, nunca. Assim como ele não conta parada mentirosa.

O jogador de poker perfeito nunca se sente vítima do jogo, ele sempre é o predador, nunca a presa. Ele não precisa da compaixão de ninguém para seguir sua carreira.

VIDA

O jogador perfeito não bebe, a não ser dois dias antes de entrar em campo, pois este é o tempo que um copo de cerveja atua no seu cérebro depois de ingerida. O jogador de poker não usa nenhum tipo de droga, produto ou remédio que altere o funcionamento do seu órgão mais importante, o cérebro. Cheirar nem pensar, fumar maconha nunca, o jogador perfeito tem vida de atleta disciplinado.

O jogador de poker perfeito tem paciência e mostra aos seus familiares e amigos o que é o poker a todo momento, como ele voluma demais ele sempre tem resultados positivos e com eles é que ele convence todos que o cercam e o questionam. O jogador perfeito entende que não tem nenhuma outra forma de convencer as pessoas a não ser matando a cobra e mostrando o pau.

Estas são parte das coisas que eu acredito que formariam um jogador de poker perfeito, eu tenho parte delas mas ainda me falta muito para chegar lá, estou em constante evolução e isto é o que me deixa feliz!

Grande abraço

André Akkari

23 comentários sobre “Como seria o jogador de poker perfeito?

  1. Conheci o Poker a pouco mais de quatro meses e me apaixonei, hoje tenho a dificuldade que acredito ser de 90% dos que amam este esporte da mente: Minha família julga o esporte como sendo jogo de azar e não me apoiam.
    Vou me esforçar para que eu seja a prova do contrário, tenho um longo caminho pela frente, mas o combustível principal eu já tenho: O amor por este esporte.
    Irei batalhar para conseguir fazer o curso mensal do QG e melhorar o meu jogo que ainda falta muito para evoluir e ainda irei encontrar vocês em alguma mesa por aí.
    Abraço.

  2. Perfeito! Realmente incrível, parabéns Akkari. Agora tenho certeza que você é uma pessoa realizada profissionalmente. O importante é isso, dar o melhor de si com o que tem nas mãos. Como segundo a Mecânica Quântica prova e o Hélio Couto diz em suas palestras, fazer e fazer, trabalhar e trabalhar, estudar e estudar, e no fim ajudar e ajudar, só assim o homem chega a sua iluminação interna, seja em qualquer área que atue, porém dando o máximo de si sabendo que a jordana não tem fim. Mais uma vez parabéns Akkari.

  3. Tentando aprender um pouco da arte do poker apos entender o mecanismo e as regras percebi que para ser um bom atleta existe muitas coisas que se deve adquirir e praticar fora das mesas, entre elas vou citar algumas que pode complementar este atleta perfeito.
    – Saúde mental
    – Paz de espirito
    – Alimentação
    – Raciocínio logico
    – Descanso
    – Conhecimento em fisionomia
    – Conhecimento em psicologia comportamental
    – Equilíbrio e conhecimento pessoal
    – Ser verdadeiro sempre
    – Perseverante
    – Otimista
    – Estrategista
    Alem de 1.000 torneios por mês é claro.

    E tirando tudo isso de lado, uma conta não ”fidida” resolve tudo rsrsrsrsr.

  4. Fala Akkari,

    Você não só descreveu o jogador perfeito de poker como o PROFISSIONAL, independente de qualquer área de trabalho.

    Ele deve ter frieza, ou seja, se isentar de emoções para tomar decisões racionais, que alavanque seu negócio, seu trabalho, deve ser educado, deve ter técnica, dominar o assunto ou saber o que está fazendo. Muitas vezes tomamos decisões sem informações completas mas devemos saber o porque estamos fazendo isso e se der errado, devemos reconhecer o erro e levantar e buscar outra alternativa. Saber perder ou errar, reconhecer o erro, evoluir e evoluir as pessoas ao seu redor é fundamental.

    Fora que ninguém gosta de mentira ou de uma pessoa que trabalha cheirando alterada, dopada, cheirada, etc.

    Grande abraço.

  5. Gostei da matéria!!
    Comecei a jogar poker vai fazer uma semana dia 31/01/2016, mas nessa semana vi tanto material, videos, conteúdo, tutoriais, torneios no youtube, blogs etc, que me ajudaram a evoluir todos os dias, cada dia que passava eu estudava algo do poker e ontem decidi jogar meu primeiro torneio Sit ‘n Go de 0,25$ com 45 jogadores, antes estava tentando nos Spin ‘n go… E por ter me dedicado esta semana de estudos e aperfeiçoamento, consegui o primeiro lugar e fiquei muito orgulhoso de mim mesmo, pois joguei incrivelmente bem para um iniciante (na minha opinião comparando com meus jogos anteriores).
    Vi quase todos os episódios de “Na Mira do Pró” do seu canal, o que me ajudaram muito a ter uma leitura e noção de, o que é Poker, de quando roubar o pot, de quando dar fold, usar as situações corretas para dar “limp”, quando dar rise com o valor correto etc…
    Seus conteúdos estão me ajudando muito, continue compartilhando conosco.

    Os treinos continuam!!!

    Grande abraço.

    obs: Eu fumei um quando joguei esse torneio, tem vezes que a “erva” ativa meu cérebro e consigo me focar 100% naquilo 🙂 (Ao menos sou sincero).

  6. No aspecto de vida, o mais perto desse ideal seria o Negreanu, que não ingere NADA que não faça exteemanente bem, além de praticar esportes regularmente. Não pensei que o motivo era o poker…

  7. Prezado Akkari, o texto é muito bom porém tem uma frase que não é compartilhada pela maioria dos estudiosos da Teoria do Poker: “O jogador perfeito joga várias mãos no começo do torneio mas dificilmente ele caí…”. Desculpe se tiver enganado, mas o correto não é jogar mais mãos no final do torneio??? Entendi a sua explicação, mesmo sendo mais arriscado geralmente este jogador busca maximizar seu “stack” de tal forma que é muito difícil ser eliminado antes de entrar “in the money”. Porém a teoria afirma o contrário: melhor ser conservador no início e agressivo no final dos torneios. Então porque o jogador perfeito seria aquele que não segue a teoria do poker???

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s