Agora é ALL IN!

E aí galera, tudo bem com vocês?

Um momento único  para o poker brasileiro. É assim que enxergo este dia 8 de outubro de 2015.
Nesta data, o presidente da CBTH Igor Federal lançou um vídeo ( https://www.facebook.com/igor.trafane?fref=ts ) onde ele explica com detalhes os acontecimentos nos últimos meses que resultaram na formação de um grupo de estudo pelo Ministério do Esporte para a regulamentação do poker no Brasil.
Durante os últimos nove anos, venho dedicando minha vida profissional a este esporte mental, ou este jogo de habilidade, como você preferir chamar o poker. Desde rodando o circuito mundial de poker, jogando online ou empreendendo neste setor, minha vida vem sendo dedicada a ele. Sempre batalhando pela defesa do nosso direito de jogarmos poker, sem sermos considerados degenerados, ou criminosos, com a certeza de que o poker é uma atividade lícita e mundialmente reconhecida como tal.

Os últimos anos mostraram que o poker ganhou no Brasil o status de LEGAL, ou seja, perante a lei, praticar poker não é crime. Quem disse isto não fui eu, ou qualquer representante deste esporte, e sim, decisões nos tribunais por todo o Brasil foram criando jurisprudência sobre este cenário, até que os investimentos neste esporte começaram a crescer cada vez mais, o número de praticantes cresceu vertiginosamente mostrando que o poker estava mais LEGAL do que nunca.
Entretanto, algo legal não é algo regulamentado. Não tem como se regulamentar algo ilegal, mas a regulamentação do poker ainda não havia começado a ser discutida. Portanto, para que este artigo fique o mais esclarecedor possível guarde isto que acabei de falar em uma gaveta, já já voltamos a abri-la.

Por outro lado, o Governo Dilma, diante de uma crise das mais sinistras que o nosso país já presenciou, anunciou a pouco tempo atrás um deficit orçamentário de 30 bilhões de reais, o que mostrava que o nosso Governo estava prestes a tomar medidas extremas para ir buscar este prejuízo.

No mês de setembro, dias depois do anúncio do déficit, nossa Presidente reuniu membros do Governo, solicitando que estes consultassem seus aliados e os questionassem em relação a liberação dos jogos de azar privados no Brasil.

Veja http://g1.globo.com/politica/noticia/2015/09/governo-consulta-deputados-sobre-proposta-de-liberar-jogos-de-azar.html

Jogos de azar estes que buscam uma LEGALIZAÇÃO para que depois possam ser regulamentados, ou seja, jogos de azar no Brasil são proibidos, eles tem expressamente esta proibição citada na Lei. A vontade do Governo é legalizar e regulamentar.
O Brasil já tem um belo histórico em jogos de azar público, estes sim liberados a muito tempo, mega sena, loterias em geral, já funcionam no país sob o controle da Caixa sendo de aliquotas de impostos abusivas em todos os sentidos.

Vide: http://www.receita.fazenda.gov.br/PessoaFisica/IRPF/2006/perguntas/TribExclusivaFonte.htm

Segundo os especialistas, a pré disposição do Governo em liberar os jogos de azar privados no Brasil, como cassinos, bingos, jogo do bicho, etc vinha casada com uma intenção de alíquotas vertiginosas. Em uma determinada loteria nova que foi aprovada os organizadores brigavam por 50% de imposto e o Governo não cedeu e manteve a facada em 65%.

Guardem isto em uma segunda gaveta e já já abriremos todas as gavetas.

Poker não é jogo de azar, entretanto, nos últimos anos o crescimento da atividade tomou volume inimagináveis a pouco tempo atrás. O número de jogadores no Brasil cresceu de uma forma assustadora. Não tenho este número preciso mais sei que já passamos de 5 milhões de jogadores a um bom tempo. Em um país como o Brasil, 5 milhões é muita gente, mais do que a diferença de votos entre Dilma e Aécio na última eleição que foi de 3.4 milhões de votos. O BSOP passou a ser o SEGUNDO maior evento esportivo do Brasil, perdendo apenas para o campeonato brasileiro de futebol. Veja você o que conseguimos nos últimos anos. Além disto, grandes celebridades brasileiras entraram no mundo do poker de cabeça, Ronaldo, Neymar, Maurren Maggi, Fernando Scherer, entre dezenas de outros, levantaram a bandeira do poker como entretenimento e como formadores de opinião, mostraram ao país que poker era um jogo irado, divertido, uma forma de entretenimento prazerosa demais, e isto se espalhou Brasil a fora.
Ontem mesmo eu em palestra em Itapiranga, cidade a 2 horas de Chapecó, me apresentei para 500 pessoas, universitários, que ficaram com foco 100% durante 2 horas ouvindo tudo sobre poker. Ao acabar, formou-se uma fila de dezenas de pessoas para bater fotos e autógrafos. Digo isto como prova de que o poker quebrou todas as barreiras e explodiu.

Com isto vem coisas maravilhosas mas também coisas ruins!

O poker cresceu demais e virou uma atividade no radar do Governo. Méritos para nós pelo crescimento na minha opinião mas agora o cenário era outro.

Agora vamos abrir as gavetas onde guardamos aquelas informações e vamos juntar tudo.

Diante da informação 2, o poker a partir do momento que começaram a se discutir a legalização do jogo, e se você leu a matéria no link que coloquei ali em cima, você viu que incluia jogos de pela internet, passou a correr um risco de ser tributado de forma abusiva enorme, passou a correr o risco pela ignorância dos responsáveis pelo legalização de colocar o poker em um bolo que ele não pertencia.
Ao mesmo tempo que isto aconteceu, nosso Presidente Igor Federal vinha estreitando cada vez o relacionamento com o Ministério do Esporte para buscar um reconhecimento do Poker como um esporte da mente, um jogo de habilidade. Isto aniquilaria a possibilidade de o poker ser encarado como jogo de azar e acabar morrendo como atividade já o nosso esporte não sustenta aquelas alíquotas absurdas em todos os sentidos.

Qual o motivo da nossa comemoração no dia 8 de outubro?

Diante da regulamentação ser inevitável de uma forma ou de outra, nos aconteceu o melhor que poderia nos acontecer diante das circunstâncias. O Ministério do ESPORTE através do seu Secretário de Esportes de Alta Performance Carlos Santana ( carlos.santana@esporte.gov.br ) depois de visitar o BSOP e iniciar um saudável debate com a CBTH sobre a história, a natureza e o futuro do poker no Brasil, resolveu comprar a briga do Poker como esporte e como Governo resolveu criar um grupo de trabalho a fim de regulamentar o poker no nosso país. Melhor que isto, colocou como membro deste grupo o nosso Presidente Igor Federal.

Qual o papel deste grupo?
Diante do cenário de regulamentação inerente, estudar, pesquisar e debater as melhores formas de se chegar a esta regulamentação através de pessoas competentes e especialistas no assunto. Isto resultará em um documento oficial que será enviado a Casa Civíl ou ao Congresso e eles caberá a aprovação de uma nova Lei.

O que estará neste documento?
Não faço a mínima ideia, o que sei, é que temos um dos nossos lá dentro, o Igor lutou muito por este momento, para que não fossemos alvo de erros interpretativos que resultassem no assassinato da nossa atividade e agora este momento chegou.

Agora vamos ao que eu, André Akkari espero do resultado deste grupo de trabalho, ao que eu na verdade sonho que eles consigam como objetivo final para a regulamentação do poker no Brasil.
Primeiro, vamos fazer uma lição de casa simples ok? E por favor, façam, não sejam preguiçosos, cliquem no link abaixo e vejam como funciona a legislação sobre poker online em diversos países da Europa.

CLIQUE AQU: http://resources.pokerstrategy.com/2012/06/28/REGULAMENTA%C3%87%C3%83O_DO_POKER_NA_EUROPA_8ed48b67.pdf

Criar uma regulamentação clara para os operadores de poker na internet é vital para o futuro do poker no Brasil e para a melhoria da atividade principalmente para os jogadores, tanto recreativos como profissionais. Com o poker online 100% regulamentado, e se isto for algo justo, os sites poderão desenvolver investimentos cada vez maiores no nosso país, patrocinando jogadores, realizando torneios, colocando prêmios garantidos, investindo em marketing e trazendo novos jogadores todos os dias, tudo melhora.

As regras para o imposto no Brasil em relação aos ganhos dos jogadores são injustas, nunca antes pensadas  e que acabam por inviabilizar a atividade. Nunca me manifestei tão radicalmente desta forma porque antes não tinha como mudar isto, antes eu queria que na verdade eles nos legalizassem, depois víamos os impostos, mas agora não, agora é a hora da regulamentação.

Taxar os jogadores em 27,5% a cada premiação, sem debitar as despesas é covardia. Um livro caixa seria o mais justo, retire primeiro tudo no ano o que eu gastei de buy in, despesas de hotel, viagens e etc, e depois atribua os meus prêmios, a diferença, se positiva, é a minha renda, e IMPOSTO é sobre a renda, aí sim eu acharia algo mais justo.
Podemos ir além, jogadores de cash game live no Brasil deveriam ser ISENTOS de imposto na minha opinião, faça uma regra clara quanto a taxação dos clubes, e isentem os jogadores já que o controle sobre despesas e receitas é muito tênue, a variância é consideravelmente declarada para justificar esta isenção. Se não, que pelo menos seja feito um livro caixa e que os jogadores paguem sob os seus lucros, no mínimo.

Os sites obviamente devem ser taxados, entretanto, dentro de limites que não inviabilizem suas operações, caso isto aconteça eles simplesmente saem do mercado e saindo o Governo fica órfão daquela receita para cobrir o enorme buraco criado no nosso querido país. Portanto, taxem, querem um conselho?

INGLATERRA É O ALVO
Olha naquele link acima o modelo da Inglaterra! Invejável, perfeito, limpo e claro. Operadores são taxados em 15% sobre o LUCRO, jogadores são ISENTOS. Jogadores em sua grande maioria são recreativos, poker é fruto de entretenimento, renda verdadeiramente apurada em relação aos operadores, façam algo justo que tudo irá explodir e o poker poderá ser um forte aliado a busca de receita para o Brasil.

Agora vamos ao ponto principal da questão!

Todas estas minhas ideias ou esqueletos de propostas mal feitas porque não sou tributarista nem tão pouco legislador, são apenas uma acumulo de experiências internacionais que tive neste mundo do poker mas o que de fato deve acontecer.

Primeiro, nossas ideias só irão se tornar realidade com uma mínima chance, temos poucos outs, mas se temos é fazendo O IGOR TER PODER POLÍTICO dentro do grupo de trabalho e nos próximos meses que estão por vir nesta luta.

Sem força política nada anda, eles vão fazer da forma que eles bem entenderem, e nós seremos obrigados a ou aceitar, ou #PARTIUCANANA #PARTIUMEXICO #PARTIUINGLATERRA ou seja lá para onde nós iremos para poder praticar a nossa profissão dignamente.

Força política significa o seguinte, a hora que eles estiverem olhando para a cara do Igor em uma mesa de discussão, eles tem que saber que por trás daquele homem existem MILHÕES de pessoas, MILHÕES de votos, e que se eles fizerem merda nós reagiremos. Vai taxar os jogadores em qualquer ITM? nós vamos para internet encher o saco de todo mundo, não vamos parar enquanto não fizerem algo justo. Sem esta força estamos praticamente drawing dead.

Qual o meu convite?

Lotem a caixa de email do nosso amigo Carlos Santana carlos.santana@esporte.gov.br , mas lotem com vontade, agradeçam o homem pela criação do Grupo de Trabalho e pelo reconhecimento do poker como um esporte de alto rendimento mas digam que esperam deles o MELHOR para os jogadores, para o mercado e para a atividade em geral.

Lotem o twitter, o facebook, o instagram de #POKERLEGAL e #PARABENSMINISTERIODOESPORTE somente assim eles vão nos ouvir.

O que você não deve fazer?

Ahhh Akkari, poxa, eu não queria pagar imposto, pra que vocês foram mexer com estes caras???
Sério mesmo? Sério que você é um brasileiro triste de pagar imposto porque você não vê retorno no nosso país e porque você acha que eles arrecadam demais e fazem perto de nada? Você jura?

Você acha que eu sou um cidadão feliz neste país? Pensa bem! Você acha que a taxação abusiva tanto como jogador, que já pago meus impostos no carne leão a 27,5% a muitos anos, quanto nas minhas empresas sendo abusadas todos os meses me fazem feliz? Eu sou PUTO da vida, PUTO! Mesmo você achando que eu tenho várias coisas no poker, dou aulas, mídia, sou patrocinado, eu, como milhares de outros pequenos empresários no Brasil sofremos todos os dias, todos os meses, taxação abusiva sem retorno é o fruto da desgraça da nação e todos os dias fico indignado com isto a qualquer fechamento de qualquer empresa no lucro ou no prejuízo. Tenho um restaurante japonês que até hoje não tive 1 centavo de lucro porque quase 57% da nossa receita vai para imposto, seja sob a folha de pagamento seja qualquer outro sigla que eles inventam para nos ferrar todos os meses, ou trimestres.

Entretanto, você que nunca teve empresa, que nunca pagou uma Darf saiba de uma coisa meu parceiro …

NÃO TEM SAÍDA MEU AMIGO(A), eles vão cobrar de qualquer maneira, não tem mais volta e se tem uma responsabilidade nossa neste cenário é de sermos tão apaixonados por poker a ponto de faze-lo tão grande, agora já foi, eles acordaram e estão sedentos como sempre foram.

Nossa única torcida é que seja feito da melhor forma possível. Tenho certeza absoluta que o Igor vai conseguir seu melhor desempenho em toda a vida nos próximos meses, não tenho a mínima certeza se isto vai ser o suficiente mas temos que fazer o nosso melhor e temos que acreditar que ele vai fazer o dele.

Eu sempre fui muito otimista em relação ao Brasil, nos últimos tempos eles conseguiram me tirar todo e qualquer otimismo. Sou empresário, emprego hoje muita gente, pago muito, mas muito imposto, e dia a dia meu desencanto é cada vez maior, não tenho mais vontade de empreender em um país que trata seu cidadão de uma forma tão covarde. Esta talvez seja minha última esperança que algo seja feito de forma correta, como na verdade já foi no mercado de ações quando eles desenvolveram leis específicas para aquela atividade que sofria injustiças muito parecidas com as nossas.
Se isto não der certo vai ser outra grande tristeza na minha relação com o meu país.

Neste caso estou esperançoso, estou confiante, sinto que diante do cenário do Ministério do Esporte entender a diferença do poker com as outras atividades, entender que não temos nada a ver com jogo de azar e que somos um esporte, um jogo, completamente novo para o mundo inteiro e que o planeta resolveu estudar qual a melhor forma de agir com ele para agradar a todas as frentes, temos uma oportunidade que este grupo de estudo faça um trabalho único.

Nossa missão maior ainda não é nem esta, a grande cruzada na verdade vai ser quando o grupo de trabalho finalizar seu documento, se o resultado for algo que estejamos realmente felizes, que isto seja aprovado no Congresso, me dá até dor de barriga de imaginar este dia, vamos ter que despencar mensagens, e-mails e tudo mais para os políticos responsáveis para a votação, nem mesmo sei como isto será mas vai ser um grande dia. Espero que ele chegue, porque se chegar é porque ficamos felizes com o trabalho deste grupo do Ministério do Esporte.

Acho que desta forma ilustrei bem o meu pensamento em relação a tudo isto e o porque da nossa comemoração neste 8 de outubro. Agora pé embaixo galera, força total, lotem o nosso amigo Carlos Santana no carlos.santana@esporte.gov.br de e-mail, o meu já foi e #POKERLEGAL até na janela de cada kkkk …

Grande abraço a todos,

André Akkari
#POKERLEGAL

10 comentários sobre “Agora é ALL IN!

  1. Akkari, existe uma luta semelhante para os Gamers tb. O projeto chama Jogo Justo. Não se se você sabia, mas os jogos de videos games são taxados de forma absurda também. Pelo que sei, depois de anos, ainda não conseguirem reverter a situação. Infelizmente, diferente de você, eu não sou mais otimista com relacao ao nosso pais, principalmente por conta desses politicos.
    Espero que seja aprovado algo justo, entretanto, acho que as chances sao mínimas. Só o River pode nos salvar.

    Ps.: Te admiro pra caraaaaleo…

  2. Akkari, muito obrigado novamente!

    Ingressei no mundo do poker graças a você e as suas valiosas dicas, confesso que no começo muito com aquela mentalidade jovem de “ficar rico”, mas hoje com o contato com o esporte e diversos estudos sobre, sou um apaixonado pelo esporte e por toda as suas facetas.

    Infelizmente fiquei ausente das mesas por um tempo, mas esse ano resolvi me reaproximar dessa paixão, e volto ainda mais apaixonado.

    Quero participar e ajudar como puder esse esporte em meu estado e também no país. Obrigado por ajudar, trazendo sempre informações relevantes e gastando um pouco desse seu tempo(que como empresário sei que cada minuto é precioso) para que possamos ficar informados e por dentro de tudo que acontece no nosso cenário.

    Agradecimento sinceros de um fã de longa data.

    Att.

  3. No Reino Unido o imposto sobre os Profissionais/qualquer jogador é retido na fonte.
    Os Operadores pagam uma alíquota de 15%.

    A Amaya (“empresa mãe” do Pokerstars e Fulltilt) retirou %15 do valor final do seu programas VIP, ou seja um Supernova que ganhava USD 21 mil/ano em Rakeback, agora leva USD 17.800 aprox. mil/ano menos taxas de retiradas.

    Outros operadores repassaram taxas de até %22 aprox. para os seus clientes.

  4. No Reino Unido o imposto sobre os Profissionais/qualquer jogador é retido na fonte.
    Os Operadores pagam uma alíquota de 15%.

    A Amaya (“empresa mãe” do Pokerstars e Fulltilt) retirou %15 do valor final do seu programas VIP, ou seja um Supernova que ganhava USD 21 mil/ano em Rakeback, agora leva USD 17.800 aprox. mil/ano menos taxas de retiradas.

    Outros operadores repassaram taxas de até %22 aprox. para os seus clientes.

  5. Akkari sem comentários de fato nós temos que mostrar para o governo que poker é um esporte logo a atividade deve ser tributada de forma justa afim de proporcionar o incentivo a prática esportiva, sendo assim nada mais justo do que cobrar os impostos devidos em torno de 15% dos órgãos operadores e isentar os praticantes.

  6. Serio mesmo que vocês tem esperança de ter uma lei parecida com a da Inglaterra aqui no Brasil?
    Eu acho que cada grande jogador brasileiro (Akkari, Ale gomes, Decano, Foster) e pessoa de sucesso que tenha influência no cenário nacional que goste do poker, seja um Advogado de renome ou grande empresário, cada um de vocês precisam colocar a cabeça no travesseiro e pensar que diferença vocês mesmo podem fazer para que o poker seja regulamentado de forma justa no Brasil.
    Só mandar e-mail e pedir hashtag ou mobilizar o povo não vai resolver nada.
    Quer realmente fazer a diferença e mudar o futuro do poker no Brasil ? Entra pra politica! Acho que é o unico caminho.

    Até pra mudar o Brasil precisa renovar essa politica e pessoas de boa índole e com vontade de dar o sangue para mudar o Brasil precisam entrar pra politica, mesmo que incredulas de conseguir mudar alguma coisa, mas se continuar do jeito que está, só vai piorar e vamos continuar reclamando dia apos dias da situação do Brasil, se nem ao menos queremos dar nosso sangue se candidatando.
    Acho que o povo pensa: “nossa, se eu ganhar a eleição, eu vou sofrer tanto lá dentro, cheio de tubarões para realizar alguma mudança boa, nah, minha vida é mais importante, deixa pra outra pessoa fazer issso”… e assim vai, até que ninguem se candidata para melhorar o Brasil.

    Quero ver quem vai doar sua propria vida (ou quase toda) para fazer um poker justo no Brasil.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s