Qual o segredo do Poker? (Artigo para Iniciantes)

Faz muito tempo que tenho vontade de desenvolver esta série de artigos aqui no blog e acho que chegou a hora.

Esta série é uma intenção de desvendar para você que esta começando a jogar poker a forma com que os profissionais pensam. Isto antes de qualquer estratégia mais avançada, coaching, treinamentos em escolas, vamos voltar para a raíz do jogo, vamos pensar no princípio que faz com que somente 2,5% das pessoas que entrem neste esporte sejam constantemente vencedoras, na verdade esta é a realidade em qualquer esporte, mas neste eu acho que posso ajudar você a fazer parte deste grupo.

No curso que fazemos no QG começamos um passo adiante deste que citarei nesta série de artigos, por isso, acho que são documentos como este que podem fazer com até mesmo para cursos e coachings as pessoas cheguem mais preparadas, falando a mesma lingua dos seus interlocutores profissionais.

Para que você assimile 100% deste conteúdo preciso que você me faça e se faça um grande favor ok? Na real, alguns favores que vou listar.

1 – Esqueça a forma com que você joga poker, esqueça preceitos conectados a livros simplórios ou conselhos do seu amigo que somente porque ganhou um torneio na vida se acha o Doyle Brunson.

2 – Tire, extermine da sua cabeça qualquer teoria da conspiração ou piração em relação jogo, nada de superstição, nada de pensar pequeno e atrelar a culpa dos seus fracassos a terceiros. Esta é a razão para que pessoas ache que o líder sempre vence, que um jogador é mais sortudo que o outro, e etc etc etc. Esqueça tudo isto e pense apenas na natureza básica do jogo que é o que vamos falar de forma básica nesta série de artigos.

3 – Este artigo será apenas o primeiro passo para você que esta começando, portanto, não seja preguiçoso ok? Não ache que somente porque leu você é o maior estudioso do mundo e agora “merece” ganhar. Não, nesta vida não tem almoço grátis, não tem ninguém te dando, portanto, tem que ralar malandro, e neste esporte assim como em qualquer esporte, tem que ralar muito. Use as diretrizes destes artigos que escreverei para você poder direcionar seus próximos passos e a sua mente para um formato lucrativo de se jogar poker, não use estes artigos como muletas.

4 – Seja honesto com você mesmo, para de se enganar. Veja se você é capaz de entender este jogo da forma correta e depois veja se você é capaz de atuar da forma que os artigos indicarão, se você não é, não condene o jogo por causa disto, vá fazer outra coisa e jogue poker apenas por hobby. Jogar poker por hobby é um tesão, sem compromisso de ter que ganhar, sem cobrança, portanto, aproveite da melhor forma mas seja honesto.

5 – Não ache que porque os outros tem sucesso que você também mereça. Deixa de ser invejoso e lute pelo que você pode e irá construir, sem pensar em quantos os outros estão construindo, a construção deles é resultado da ralação deles. Viver a vida na perspectiva do ganho dos outros é viver a vida drawing dead, veja o quanto o Bill Gates construiu e calcule se você vai conseguir o mesmo. Nem se você ganhar todos os Main Events da WSOP nos próximos 40 anos seguidos você não conseguirá. Não queira ser melhor que ninguém, queira ser melhor amanhã do que você foi hoje, isto talvez te leve a ser o melhor do mundo.

Vou dividir estes artigos em X posts, não sei de fato quantos, vou escrevendo conforme me der vontade e me surgir mais ideias na cabeça mas quero dividir com você coisas básicas que farão você entender o jogo de uma forma diferente. Tentarei ilustrar com exemplos o máximo que eu puder para deixar claro para vocês o entendimento deste jogo.

Vamos lá!

Você é bom de lógica? Se não, já pode parar por aqui! Este jogo é um exercício diário de lógica.
Lógica é a forma com que informações, argumentações se tornam coerentes com um resultado esperado. No poker, ações, comportamentos, velocidades, tamanho de apostas, posições são todas formas de informações diferentes que levarão a um resultado lógico ou não para cada ação ou cada mão.
Portanto, se você é bom de lógica suas chances aumentam demais neste esporte, se você não é bom a coisa fica feia. Mas como melhorar este tipo de conhecimento. Na verdade acho que um bom acelerador para o pensamento lógico do ser humano é a própria vida, as experiências que você passa na vida. Resolver problemas é pensar de uma forma lógica. Embates com os amigos, problemas familiares, discussões com sócios ou funcionários, todos estes tipos de problemas diários que passamos nos exige demais soluções lógicas, ou seja, se você se considera um bom solucionador de problemas suas chances no poker aumentam demais.

Gente – Isto, o poker sendo ele resultado de grandes enigmas lógicos ele automaticamente pode ser colocado como um jogo de SER HUMANO. Você precisa ser conhecedor do ser humano para se dar bem neste esporte. Conhecer o ser humano significa entender o comportamento de diferentes tipos de pessoas em diferentes situações. Você precisa olhar para cada de seres humanos e isto precisa te levantar algumas bandeiras mentais de situações possíveis que aquela mente esteja envolvida. Se você olha para cara de pessoas e não ve nada, somente ve se são bonitas ou feias, mas não consegue detectar se estão alegres, tristes, preocupadas, com medo, corajosas, este jogo vai ser mais difícil para você, por outro lado, se você sente na pele o sentimento dos outros assim que bate os olhos, suas chances aumentam demais.

INIMIGO – O poker tem um grande inimigo, impetuoso, que castiga sem dó, e você vai enfrenta-lo todos os dias, VOCÊ! Isso mesmo, você é o seu maior e mais temido inimigo. O poker mexe com a sua mente, é um esporte mental, e sua mente te testa a todo momento, desde a primeira mão de um torneio até você levantar da cadeira eliminado. Sua mente faz você ver oportunidades onde não existe, faz você fazer coisas erradas achando que esta certo, portanto, cuidado com você. Entretanto, eu tenho um bom remédio se você já sabe que sua mente te traí de vez em quando, TIME BANK. A sua mente te prejudica muitas vezes entretanto, ela perde força nociva quando você deixa ela pensar. Pensando ela se acalma e tenta voltar para um mode positivo de ver a vida, aos poucos, você começa a enxergar as coisas realmente como elas são, e não como a sua mente em um momento macabro queria que você acreditasse que era.

Sendo assim, vamos falar um pouco de poker para acabar este primeiro artigo;

Você só vai sair da bolha deficitária quando começar a ter mais tesão em ver a ação das pessoas na mesa do que ver as suas duas cartas. Você já reparou como torce pelas suas duas cartas, você é um refém do baralho, refém mesmo! Assim que o dealer te dá uma carta e você vê um A de espada, some tudo da sua cabeça, qualquer pensamento técnico, perde todas as ações da mesa, somente para poder rezar para todos os santos que te enviem um A de ouros na carta de baixo. Você não é defeituoso, é assim mesmo que se perde no jogo mas você não esta sozinho, quase todo mundo pensa assim.
Sabe quem é responsável por isto?

O BARALHO!

Pois é, o baralho é um dos elementos mais mágicos do mundo, magia branca e magia negra. Ele pode ser encontrado no tarô, jogos de azar, casas de avó, butecos, ele conta histórias, constrói riquezas e quebra pessoas. O baralho tem este poder pela sua natural randomicidade de fazer com que você veja um A de espada e não se preocupe com mais nada nesta vida, o terremoto no Nepal, seu cheque especial, nada, nada, a não ser que vem uma porra de um outro A na cara de baixo. Sendo assim, temos a primeira linha de pensamento positiva que você pode extrair desta série de artigos, FUJA DO BARALHO!

O baralho é o elemento que vai lhe trancar na jaula da derrota no poker. Pensar em baralho é esquecer gente, e o poker é um jogo de gente!

Mas Akkari, como esquecer o baralho?

Vamos ser simples e objetivos. O baralho não enfeitiça as pessoas? Então, nós não, nós vamos usar para nos beneficiar do feitiço que esta na cabeça dos outros e não também nos enfeitiçarmos.

76% das vezes que uma pessoas paga uma aposta e vê um flop, ela ERRA. Você paga de 78s e o flop bate AKQ, você paga de KQ e o flop bate 994, você paga de AJ e o glop bate Q83, é assim que funciona. Portanto, nós vamos jogar pessoas, elas vão jogar baralho ok?

Sem saber as regras do poker mais simples, como o que significa 1 par, 2 pares, Trinca, Royal, você vai fazer o seguinte. Tentar jogar mãos, sejam elas quais forem, tentando se colocar na posição em que depois do flop você fale depois do seu oponente, ok? Ou seja, se você se educar a jogar contra pessoas que estejam a sua direita e fugir de jogar contra pessoas que estejam a sua esquerda, você se posiciona para conseguir o maior benefício que o jogador de poker pode ter, falar depois do seu oponente após bater o flop. Sendo assim, 76% das vezes que seu oponente não acertar um flop ele vai dar mesa para você e você vai apostar. Um grande % de vezes que você fizer isto, você vai ser o vencedor daquela mão sem nem mesmo precisar olhar as suas cartas. Não tenha dúvida que isto funciona. No nosso curso do QG fazemos isto ao vivo.

Vamos dormir hoje pensando apenas nisto ok? Não vamos mais longe, entender e executar este tipo de pensamento pode parecer muito simples mas é incrível o tamanho do esforço que nós temos que ter no curso mensal do QG para colocar isto na cabeça dos caras. Basta soltar as cartas para que os caras já fiquem filando uma atrás de outra e volta a mágica do baralho.

Pensem nas coisas que escrevi aqui que acho que aos poucos estes artigos vão lhe colocar no caminho perfeito.

Grande abraço a todos,

André Akkari

43 comentários sobre “Qual o segredo do Poker? (Artigo para Iniciantes)

  1. Incrível Akkari. Este primeiro artigo, dessa série de artigos que virá, me tirou da zona de conforto e me fez ver o caminho que precisa ser trilhado até chegar ao ‘relativo sucesso’. Muitooo bom! Abraço.

  2. Meu Deus! Acho que nunca li nada sobre poker tão bom! Estou sem palavras, mesmo! Sou fã, adepto, aluno e sobretudo admirador! Respeito imenso André! Tudo de Bom!!! Abraço de Portugal. João Cruz

  3. Bacana ver que.. Você podia muito bem estar ganhando dinheiro dando palestras e vídeo aulas(Na Mira do Pro), mas não.. Vc resolveu dar ensinamentos àqueles que estão começando. Um ídolo não se destaca pelas suas façanhas, e sim pela sua humildade. Parabéns mestre.

  4. Show de Post, fico impressionado com a sabedoria, como as palavras são colocadas no texto : uma linguagem fácil, direta e realista do poker!
    Sou praticante desse esporte, a uns dois anos, e como meu trabalho é negociar, aprendi a analisar o meu comportamento e principalmente das pessoas nas mesas, em todas as ações e reações.
    Comecei a vê, o pensamento dos jogadores quando está em um COIN FLIP, sempre vejo : cada jogador pensando mais na carta VENCEDORA do oponente, do que nas suas própria cartas vencedora…volta todo pensamento e energia na carta do oponente !!
    Exemplo: AK X QQ
    O cara do QQ, fala logo AK não… AK não… AK não… fica tanto martelando na cabeça do jogador… pois nunca vi, ninguém , borá bate QQ logo!!!
    Nunca pensa de forma positiva, no sentido de pedir suas cartas!
    Vejo que o medo de perde, é bem maior que a vontade de ganhar!!!
    Tem uma escritora, Rhonda Byrne, que disse: “Aquilo em que você mais pensa ou se concentra se manifestará” Será?
    Sabemos que quando o jogador pede, ” AK não “, ele naquele momento está pensando de forma “positiva”, porém, vejo como pensamento pequeno, chegando mais perto do negativo!!
    Principalmente, por se tratar de um Esporte da mente e de pessoas!!
    Depois dessa Percepção, mudei a mente para um forma positiva de pensar, de agir e de falar, e o jogo mudou e comecei a evoluir no Poker!
    Já que tem que pensar, então, pense o MÁXIMO POSITIVO que puder e o principal ACREDITE!

    “Se você pensa que pode ou se pensa que não pode, de qualquer forma você está certo.” Henry Ford.

    O pensamento predominante ou a atitude mental é o ímã, e a lei é a de que o semelhante atrai o semelhante; consequentemente, a atitude mental sempre atrairá as condições que correspondam à sua natureza. Charles Haanel (1866-1949)

    Acredito que a forma de Pensar ou Pensamento Positivo, poderia ser um tema para o próximo post da Série!

    Abraços e obrigado pelo post TOP!!

  5. Mais um ensinamento do monstro….sou fã desse cara.
    Parabéns pelo post….é realmente muito difícil desligar a chavinha do baralho mas vou seguir tentando e um dia vou conseguir.

  6. Bom dia Akkari,

    Antes de tudo, parabéns pelos últimos resultados no live. Você vem numa sequência incrível de ITMs e torço para que isso se traduza em um grande resultado no WSOP que vem por aí.

    Excelente post, gostei muito. Entretanto, gostaria de sugerir uma correção. Você deveria tirar o “Artigo para Iniciantes” do título porque mesmo quem não é iniciante, mesmo o jogador intermediário, mesmo aquele que já tem algum tempo de poker, muitas vezes se vê cometendo estes erros. No último torneio de porte que eu assisti, por exemplo, eu vi um jogador pagando uma street atrás da outra com uma trinca no flop, deixando de ver que o board mostrava claramente draws para sequência, quatro cartas do mesmo naipe para flush e até possibilidade de trincas maiores que a dele, num pote multiway de 4 jogadores. O resultado final foi o esperado – um jogador tinha o nut flush e o outro a sequência, o que tornou a mão dele a terceira pior. E, mesmo assim, ele pagando. E era um jogador que já está por aí há um tempo. E ainda comentou – “não tinha como largar essa mão”.

    Então, o seu artigo não vale só para iniciantes. Vale para todo jogador, porque existem coisas que a gente nunca deveria esquecer. Mas esquece… E com mais frequência do que se possa pensar.

    Grande abraço.

  7. Akkari, excepcional artigo! Jogo poker com matemática redondinha. Geralmente sei as probabilidades, odd, outs e tudo mais. Mas este artigo ligou um novo botão: o do tesão por analisar os fatores humanos. Obrigado por nos brindar com um material tão bacana!

  8. Mais um ótimo post Akkari, achei fantástico essa nova série de post’s assim eu todos que ainda não chegaram ao QG ou ainda não participou de um coaching ao vivo, sente um pouco mais próximo da convivência e do sentimento de estar próximo a vc e de outros grandes nomes do poker brasileiro!! No aguardo do próximo post dessa série!!

  9. Parabéns, brilhante, extraordinário, são apenas alguns adjetivos para comprovar que é um profissional vencedor de um dos maiores e melhores esportes da mente , parabéns aakkari.

  10. Que show de artigo…Parabéns Akkari por isso que vc está onde está… Nunca pensei assim… Vlw… Vou esquecer o que.sei e seguir teus conselhos.. Abraços

  11. Parabéns pelo post, muito bom mesmo.
    Estou procurando melhorar meu jogo sempre, ouvir e ler coisas de quem realmente SABE é muito bom para colocar os pés no chão e ver que ainda somos fish haha.

    Grande AAKKARI, quero saber mais sobre o QG quem sabe não estarei nas próximas aulas.

    Valeu por partilhar seus conhecimentos no esporte . #PokerEsporte !!

  12. Aakkari: gostaria muito de fazer seu curso no QG, mas não tenho dinheiro. Será que pode fazer um torneio pra sortear uma ou duas vagas?

  13. Excelente post. Você realmente é um ser humano admirável, porque se propõe a compartilhar seus conhecimentos, quando a maioria dos bem sucedidos preferem guardar para si o segredo do seu sucesso.

    Jogo poker por hobby, mas gostaria de ser lucrativo, mesmo jogando micro. Uma coisa que tenho muita dificuldade é ficar calculando odds (implied odds então, nem pensar).

    Tenho assistido o Na MIra do Pro no youtube e acompanhado seu blog e percebi que você nunca fala de matemática. Toda vez que analisa uma mão vai pelo caminho de entender o comportamento dos vilões e extrair o maior valor possível da mão.

    Uma curiosidade minha: você se preocupa em fazer cálculos de probabilidade ou realmente não se importa com isso, como fica evidente pelas suas análises e textos?

    Um grande abraço e parabéns pelo sucesso.

  14. Vc é o cara André Akkari e tem o meu respeito.

    Jogo poker desde 2007 e nunca fui lucrativo no poker on line e apenas no live, burramente entendi o meu erro com esse post, sou completo REFÉM DO BARALHO. Tenho buscado esses meses estudar demais para poder recomeçar, pois estava me achando muito fraco, e vc meu querido me fez abrir os olhos que em nenhum livro me disse ou jogou na minha cara, o baralho me domina.

    Por mais ridículo que isso seja uma pessoa passar oito anos dominada pelo baralho, mas foi o que aconteceu comigo, só tenho a dizer obrigado.

  15. Post mais que foda.. me senti um burro do poker.. rsrs, agora é esperar o próximo post. e se tem uma coisa que fico puto comigo mesmo e não ter controle sobre minhas ações, e as vezes pela paixão ao jogo perdemos o controle, digo isso quando estou jogando cash ao vivo e estou um bom dinheiro pra frente e não consigo levantar e deixar pra jogar mais outro dia, as vezes cuspo meu lucro e outras vezes até mesmo perco o investimento do dia,mas uma coisa é certa eu sempre começo o jogo centrado, sempre faço frente, aí depois deixo de ser eu, já poderia estar vivendo de poker, precisamente de cash ao vivo, mas só não consigo por não saber a hora certa de para o jogo. Saber eu sei, mas a paixão pelo jogo fala mais alto e depois vem a dor da derrota, o importante é saber que é um trabalho, por que se for só por hobby o caminho tem que ser outro.

  16. Muito bom esse texto. Claro, conciso e objetivo sem deixar de ser amplo na medida em que desperta na gente dois sentimentos: 1. de Sócrates, “Conhece-te a ti mesmo”, no sentido de que o autoconhecimento é a chave para muitas relações humanas, conflituosas quase sempre; e que a pretensão deste conhecimento de nós mesmos aliado ao engano de conhecer as motivações dos outros amplia os riscos de erros de avaliação de situações comuns; 2. de Sartre, “O inferno são os outros”, ou seja, a mania de crer que as nossas motivações, as nossas razões, são sempre as mais corretas, as mais justas e que nos conflitos inevitáveis os outros estão sempre errados.
    E não adianta rezar de mão contrita que Deus não joga poker. E se jogasse tentaria ganhar de nós. Claro, desprovido de seus poderes divinos, que ele é justo.

  17. Fala Sensei 🙂 ,
    Como sempre disponibilizando artigos fantásticos!
    Ja utilizo este método, e posso garantir que funciona sim, mas como sempre a gente acaba sendo enganado pela mente rebelde, e voltamos a cometer falhas no jogo!
    O aprendizado, assim como educar a mente rebelde, deve ser constante!
    Obrigado!

  18. Excelente post Akkari, vc faz um trabalho muito bom! Dedicando seu tempo e compartilhando seu conhecimento, isso não tem preço! Parabéns, cada vez mais sou seu fã… Obrigado!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s