O poder da bad beat na vida!

Incrível a comoção que uma bad beat traz na vida das pessoas. Basta você perder de AA para A8s em um all in pre flop para você achar que é o pior ser humano da face da terra, que é zicado e que tudo o que você faz dá errado.

Nos meus últimos meses venho analisando o poder da bad beat nas pessoas e não somente no poker como nos negócios como elas alteram o estado de espírito do ser humano de uma forma avassaladora no médio e curto prazo.

Vamos supor que você tenha entendido como este jogo funciona, vamos supor que você saiba que no poker você primeiro precisa identificar quais são as atitudes mais lucrativas minuto a minuto, depois procurar situações de colocar decisões positivas em um largo volume, e depois ser recompensado por isso, e vamos supor também que quando suas decisões de curto prazo que são sujeitas a resultados não positivos mas que no médio e longo prazo garantem sucesso, dão errado, você se sinta tão lixo a ponto de perder o foco totalmente e começar a tomar atitudes negativas no médio e longo prazo, ou seja, se todas estas suposições formam e relatam o seu real jogo, você vai perder a vida toda. Não importa que ganhe um torneio ou tenha o famoso “Big Hit”. você vai perder a vida toda com certeza.

Imagina o seguinte cenário. Algum gênio do marketing e da matemática desenvolveu um jogo onde existem 36 números e você pode apostar em cada um deles para uma rolada de bolinha. O justo seria ele te pagar 1/36 mas não, ele te paga 1/33. O grande sucesso deste cidadão não é colocar em prática e ver os resultados deste jogo, o grande sucesso é apenas achar pessoas que por alguma razão aceitem este “odds” e coloquem o seu dinheiro na maior quantidade de vezes possível nesta situação. Casinos bilionários foram formados diante deste prisma, é claro que estou simplificando mas a idéia é exatamente esta.

Agora você imagina que este cidadão que teve esta idéia, e montou o Bellagio, esteja passando no meio do seu casino e pare para acompanhar uma das suas roletas, e quando lá chega, vê um cliente que coloca U$1.000,00 no 29 e buuummmm, dá 29. Você realmente imagina o dono do casino querendo pular da ponte por isso? Você realmente acha que ele se incomoda com isso? Ou você não acredita que ele acha que isto é simplesmente ta mágica matemática que ele mesmo criou e até se bobear comemora esta vitória do seu cliente e faz uma mega festa para ele, induzindo mais pessoas a embarcar diante desta mesma situação.

Por que o ser humano normal não consegue enxergar isto?

Você tem um escritório de advocacia, ganhando casos todos os dias, fazendo um trabalho campeão, e de repente, casando com a estatística você perde um grande caso, e aí? De repente o grande espírito daquele escritório virou perdedor? Você não é mais tão bom na quinta feira quanto era na segunda, tudo mudou?

Você monta um sistema de atendimento na sua loja que requer solicitar dados para os seus clientes oferecendo mais benefícios aos mesmos por isso, atende 100 clientes por dia, de repente um entra e fica puto que você esta pedindo isto e acha um absurdo, e 99 acham irado o benefício, sendo assim, sua atitude foi uma merda? Você errou ou acertou?

O ser humano é viciado em transformar a exceção em geral!

Obviamente o que não impede de você resolver os problemas que aparecem, ou engolir e seguir o jogo, mas não mude sua vida, suas atitudes positivas por causa de uma bad beat. A vida é estatística, e sendo assim, as bad beats TEM que acontecer. Se elas não acontecessem ai sim o mundo estaria errado.

Mas não, as pessoas não conseguem na maioria ter esta visão, pessoas que tem atitudes positivas diariamente se alteram diante da bad beat, e o pior, pessoas que tem atitudes deficitárias, ficam ainda mais, depois de uma bad beat.

Tente enxergar a coisa como ela realmente é, e não procurar culpar outros fatores que não você ou a estatística para seguir seu jogo ou sua vida. Para de procurar razões, o software, o comprometimento, a disciplina, nada substitui o poder da estatística, confie nela que tenho certeza que você vai ter mais sucesso e volume.

Para de chorar, para de culpar terceiros, para principalmente de sofrer e encare a estatística como ela é, simples, clara, objetiva, se você conseguir fazer isto no poker e de fato souber jogar bem, não tem saída, você vai ganhar.

Todos os dias me deparo com situações deste tipo e vem sendo um grande desafio empresarial e profissional do jogo tentar trazer este tipo de conceito do poker para a vida das pessoas que não o conhecem. De fato, eu acredito que venho tendo sucesso nesta missão. Cada vez mais idéias do poker influenciam negócios e quanto mais estudo o universo moderno dos negócios, principalmente nos países mais desenvolvidos vejo que são estes os conceitos vencedores.

Grande abraço,

André Akkari

32 comentários sobre “O poder da bad beat na vida!

  1. Akkari, a Bad beat só doi quando jogamos todo nosso bankroll ou nosso investimento. Ontem mesmo perdi uma FT em 6° por que perdi duas mãos seguidas contra o mesmo jogador. AA x T9 e depois JJ contra A3s. Na primeira ele trincou o As, na segunda, eu fiz trinca com J e ele fez Flush. Todo o meu jogo de 3 horas foi embora por duas mãos. Fiz tudo certo, se tivesse jogado todo meu BR, estaria muito infeliz sim. Mas só desliguei o PS e fui dormir tranquilo.

  2. Boa tarde! Falando de bad beat no Poker! Muitos confundem quando perdem um pote, mas a probabilidade desmente essa bad beat. Ex: 1Ko é favorito contra 74o antes do flop, mas por apenas 60% contra 40%. Logo, 1Ko perde em quatro de dez casos, se nos basearmos puramente na matemática. E significa, portanto, que NÃO se trata de um bad beat.

    No exemplo do aakkri, AA para A8s, já pode-se dizer que é uma bad beat, 90% x 10%…

    Um abraço!

    Contato:
    filipekap@hotmail.com
    Ps: F Maiccon

  3. André, simplesmente perfeito a sua definição em relação a vida e/ou poker. O PokerStars adicionou a equidade da mão em tempo real quando se vai all in, ficou bem bacana! A vida é feita de escolha e cada escolha é + ou — ev, se uma escolha feita sendo +ev deu errado, paciência e continue fazendo a coisa certa, que o famoso longo prazo chega. Abraço

  4. Uma razão para essa mentalidade, de transformar a exceção em regra, é o fato de não termos confiança de que estamos fazendo seja realmente o correto e de termos uma memória muito fraca. Ou seja, devemos nos informar e estudar mais, e o mais importante, prestar mais a atenção a nossa vida e das pessoas que nos cercam. Outro fator que contribui a essa mentalidade, e isso é algo forte na cultura brasileira, é que quando falhamos somos tachados de fracassados. Portanto devemos também ignorar opiniões sem fundamento, e acreditar mais em nós mesmos que aí a estatística fará o seu trabalho.

    Grande Abraço Akkari

  5. Muito interessante a comparação, realmente, nem sempre estar com as probabilidades a seu favor significa que será o vencedor, nesse momento esquecemos de pensar e analisar, deixamos de lado o bom sensoe agimos simplesmente pela razão em si…..

  6. Excelente artigo, faz uma reflexão de como nós, seres humanos, não estamos acostumados com a derrota e o quanto somos frágeis diante de uma dificuldade, o poker mais do que nunca tem me ensinado como lhe dar melhor com essas situações.

  7. AA all in PF e o doido me dá call com 6♣3♦ e faz um flush de ♦ … putz… isso só pode ser armação, as bruxas existem.
    E assim vai.

    Não tem jeito, ou aprende a superar as bads ou não serve pra jogar.
    A única certeza é que elas vão aparecer.
    Eu entrei no meu 12º mês do ano sem saber o que é vencer… tudo que faço, até macumba não tá dando certo.

    O pior nisso tudo é que aprendemos a programar o cérebro pras derrotas, quando consigo ganhar uma mão, acho até ruim… fico desconcertado…
    quando tenho um stack alto (putz… tinha 100BBs, em 3 mãos eu já tava com 10… ) fico com medo de jogar…

    Incrível como as bads afetam o cérebro.
    Meu preparo é muito bem feito, hoje elas me atingem menos… mas perdi alguns cabelos em meu início.
    🙂

    • Ual! Pensei que era só comigo…..
      Sabe quando você pega o dia mau? Do tipo, várias jogadas decisivas e perde todas elas num Só dia, AQ no big smill all win AJ ….J no river , AA contra 22 e flop 2 …… AK contra QJ ….AJJ99 já perdi com quadra menor, flush de As contra sequência mesmo naipe …..
      Entendo que faz parte, porém fica difícil superar, ainda mais se você tem um BR 1000 e cai pra 200, dá vontade desistir…… Mas a melhor maneira eh jogar limites mais baixos até voltar a confiança ou até parar por uns dias …. Confesso melhora bastante….
      Bads realmente acontecem a todo momento nas mesas observe……
      Valeu!

  8. Muito mais motivacional diante de qualquer pedra no caminho, do que para um universo de entendimento completamente matemático. A vida é um roda, da mesma forma que comemoramos o sucesso, se esmorecermos na derrota não haverá próxima batalha para ser vencida…

    E afinal o que seria do homem sem o bom e velho combate consigo mesmo

    Gostei

  9. ah tudo q vc fala e correto , quando se trata de poker live, vida real, mesa, poker on line e rigged, podem falar o que quiser, e rigged sim,
    lanço aqui um desafio pra qualquer profissional ai, se voces gastam diariamente 800 dlares grindando dia todo, por exemplo, no final da seçao vc tem x de lucratividade, faz a media disso durante um mes, e v quanto foi vc lucrativo,
    depois tiem todo seu dinheiro do caixa, e jogue apenas com os 800 dolares, e faça isso todos os dias, e v pra quanto foi a media, no fim desse mes,
    verao o resultado, rigged total, ou seja, nao adianta apenas saber jogar, seu jogo vai depender tb do respeito ao bankrol, poker on line depende muito do fator calculo de bankrol, sem isso, vc nao vai ser vencedor nunca e vai quebrar, por melhor q vc seja,
    me de nome de alguem q cravou sunday milion com 215 dolares no caixa,
    zere o caixa do moormam1 q e um jogador forte do on line, zere o caixa dele todos os dias, e de apenas valor da incriçao do torneio q ele for jogar no dia seguinte, faz isso durante um mes, e depois veja o resultado…mes depois coloque 500 mil dolares no caixa desse mesmo jogador, e olhe resultado dele, no fim do mes, eu desafio alguem na pokerstars a fazer esse teste e nos provar a randomicidade desse software, muitos aqui irao me xingar, me chamar de igorante etc, mas essa e a realidade do poker on line

    respeito e idolatro akkari e os grandes nomes do nosso poker, ms poker pra mim, e no pano na vida real, esse on line e ilusao, e pra caras realmente disciiplinados, que sabem o cmainho a trilhar para alavancar bankrol, e saber fazer o controle dele, pra depois conviver com a variancia de forma tranquila, e ai sim no medio e longo prazo ser vencedor, como vcs sao,

  10. o que me encomoda é que a estatistica teoricamente deveria ser a mesma no software A B C, mas a sim que voce vai jogar em diferentes salas isso muda totalmente.

  11. Só discordo dessa frase:

    O ser humano é viciado em transformar a exceção em geral

    Não é exatamente assim no Poker, pois quando o ser humano ganha uma mão na sorte, em outras palavras, a bad beat ocorre pro oponente, ele nunca se lembra depois.

    Em resumo, o cara ganha 5 mãos dando muita “sorte” e numa bad beat danada pro oponente, aí ele vai lá e perde pra um bad beat e já começa a reclamação e desencadeia tudo isso daí.

    O ser humano é viciado em ser pessimista, mesmo. Em não saber perder e olhar apenas para o próprio umbigo.

  12. na vida nos negocios temos que estar sempre atentos e no poker tambem porque se tiver 1porcento pode acontecer mas temos que ter coragem de aceitar e erguer a cabeça e seguir em frente nao cair diante de um fracasso porque samos forte para seguir em frente diante da bed bite da vida abraço bobi439

  13. Acredito que o “Controle de Bad” deve ser levado tão a sério quanto o controle do BR, antes de fazer cursos e coaches, ficava tiltado com bads, cheguei a criar até uma nova conta no PS , achando que minha conta era “Fedida”, mas agora com a evolução, a gente vai entendendo que Bad na verdade é probabilidade. isto é: se vc tem 5% de chance de perder, a cada 100 vc perde 5, isso não é bad. Recentemente, cai na bolha num live aqui na cidade, por 3 bads seguidas: QQ vs 72, AK vs Q5 e a ultima AA vs KK e bate o K no river, mas por incrivel que pareca, não fiquei triste, apenas vi que joguei certo, porém acontece! Aproveito também pra contar uma fato na vida pessoal: Meu sobrinho tava triste que fez os ultimos concursos e não foi aprovado e naturalmente eu falei: -E assim mesmo, continue estudando e se registre em outro! que um dia passará!

  14. Bom dia. Já marquei o pôste e irei ler várias vezes. Recentemente deixei um oponente em Tilt total, depois de baté-lo com um FullHouse incrível o mesmo tinha um Flush. O cara ficou louco. kkkk. Abraços.

  15. Irmão, Bad Beat faz parte da vida. É o universo nos dizendo que estávamos despreparados para receber aquilo naquele momento. Um grande presente, sem a devida preparação, pode ser um tremendo castigo. Vc vê isso no mundo do poker e na vida “civil”. Quantos jogadores que alcançam algum sucesso e vc os vê denegrindo a imagem do esporte com comportamentos inadequados?? Esses caras passam a ser formadores de opinião e por não estarem preparados intelectualmente, psicologicamente e até mesmo com maturidade de vida suficiente para encarar este momento de sucesso, acabam se perdendo em meio a arrogância, imaturidade e estrelismo. Na vida “civil” não é diferente, muito sucesso rápido e sem preparação pode levar a caminhos tortos, por isso o BAD BEAT existe. É a ferramenta do Universo para corrigir o trajeto e tentar nos ensinar o caminho. O legal é a cada bad beat escrever mais um capitulo de superação na nossa história. É entender e aprender a lição. E olha que este seu amigo é “especialista” em Bad Beat, a ultima, vc bem sabe, foi não dar o ALL IN.
    Abraço, do seu amigo de sempre.

  16. E ai galera, façam uma vaquinha para mim. Eu estou tentando dominar o cash game mais ainda não obtive exito se possível enviem $1 para a conta da pokerstars: norc126
    Agradeço desde já e muito obrigado pela atenção.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s