A saga do Diego!

Todos os meses 40 novas pessoas embarcam no curso do QG e mais de 200 pessoas assinam o CT Superpoker em busca de conhecimento técnico sobre poker, este jogo sinistro, que todos sabem que é de habilidade mas poucos possuem esta habilidade que significa a diferença entre ser deficitário e ser lucrativo.

Realmente, mesmo eu sendo profissional de poker desde 2006, julgo difícil esta mudança de parâmetro, ser lucrativo em um evento, ou em um semana, é algo relativamente fácil mas ser de fato lucrativo é algo para muito poucos. No Brasil eu acredito que jogadores lucrativos de poker sejam menos de 2% do field, e dos que falam que são lucrativos, twitteiros, e que pagam de milionários do poker, menos de 10% realmente tenham alcançado este status.

Dowgh Santos, Ariel Bahia, Thiago Decano, Yuri Nerd Guy são casos raros exemplos, outros tentam imitar seus posicionamentos de carreira mas poucos conseguiram saber o que esta galera sabe!

Por isso criamos estas ferramentas de estudo, para fazer com que sejam criados atalhos para a lucratividade. Todo mundo tem condições de chegar lá por conta própria mas não pode ser ruim um ganho substancial de tempo, economia de tempo e dinheiro na verdade para se chegar no objetivo pretendido.

Com este intuito, estas pessoas que citei no começo do texto embarcam nestas maratonas de estudo. Diego Senna foi um deles!
Lembro exatamente dele no curso do QG, um dos mais animados, concentrados, perguntando coisas importantes, assim como várias outras pessoas. É engraçado ver isto do meu ponto de vista pois fico apresentando o curso e de frente com o batalhão todo, eles mirando nos meus olhos e dá pra ver exatamente quem são os interessados, os alucinados e os mais preguiçosos. No CT temos também a forma de ver quem é quem, o tempo que a pessoa fica conectada, a quantidade de vídeos assistidos, até mesmo o tempo que ela demora para assistir um vídeo pois tem pessoas que param no vídeo, voltam para assistir algo que não pegaram, aplicam na prática enquanto assistem, tem várias métricas que ajudam a saber quem tem futuro neste jogo.

A busca de todos eles é muito parecida, basicamente se transformarem em jogadores profissionais de poker, serem lucrativos, viverem viajando o mundo para jogar poker, ganhar um bracelete da WSOP ou algum “big hit” como EPT, LAPT,, etc.

Para que isto aconteça, somente ser dedicado e concentrado não resolve, precisa de mais, precisa de volume. Você precisa conseguir jogar muito poker, 30, 40, 50 torneios por dia, aplicar o que você esta estudando ao extremo para que não somente os conceitos entrem na sua cabeça como seus resultados sejam garantidos no médio e longo prazo. Pra quem faz isto, o poker não tem variância na minha opinião, é um jogo onde se anula a sorte em 100%, eu não somente garanto como também coloco os meus números a disposição como prova do que estou falando. Pra quem não faz volume, a negócio vira uma caixinha de surpresas, pode acontecer de tudo.

Diego começou esta saga, estudou, questionou, batalhou durante o curso e no seu processo de aprendizado e de repente aconteceu.
No Sunday Storm do PokerStars, torneio com milhares e milhares de pessoas, ele aplicou os conceitos que buscou em todas as ferramentas e buuumnmm, depois de algumas horas estava fazendo um acordo para levar uma nota entre os últimos finalistas do evento.

Desde quando faltavam 30 jogadores eu comecei a acompanhar o seu jogo online, mesmo eu estando na mesa final do 50k garantido e na reta final do Sunday Million fiz questão de ver com detalhes suas jogadas para ver se a aplicação estava condizente com o que havíamos passado para ele em todas as ferramentas e foi. Ele jogou o jogo, com cheiro de profissional, errou mas mais acertou do que errou, e isto é o poker. Correu atrás quando passou perrengue, trabalhou sua relação de blinds e ferramenta da forma que massacramos no CT e no curso, entrou na mesa final e fugiu um pouco do jogo no começo, deu uma travada, mas depois do susto da mesa final formada voltou para a guerra e assumiu a liderança do evento.

Deu gosto de ver não somente a alegria dele nas mensagens que me mandou no Facebook como de ver o jogo dele nesta reta final em um evento que tenho certeza que para ele mudou a vida. Não pelo valor mas por mostrar que é possível ele seguir este sonho que começou a perseguir nos estudos a pouco tempo.

São vários os Diegos, e graças a Deus, nosso gráfico condensado das nossas ferramentas de estudo mostram que eles estão espalhados pelo Brasil inteiro, aumentando o número de jogadores lucrativos e de alegrias despejadas por todos os cantos deste país.

Quero parabenizar o Diego pelo resultado, assim como todos os alunos do CT Superpoker e do QG Akkari Team que vem arrebentando nas mesas online e ao vivo.

Segue o jogo …

André Akkari

8 comentários sobre “A saga do Diego!

  1. Show demais mestre!!
    Estava eu na FT do Hotter 44, que satelitei, acompanhando vc e o Diego, peguei um 3 lugar, mas ja foi meu bighit! So tenho a agradecer ao QG e ao CT, e segue o jogo!!

  2. O feito do Diego foi excepcional …. o field era de mais de 40,000 players ASUHAUSHA tá loko !!
    Acompanhei 2h 30 de jogo , até a mesa final. Ele jogou extremamente bem … apesar de eu achar que ele poderia ter soltado mais o braço, principalmente qd era chip leader na bolha e na mesa final no 6 handed. Mas blz, quem sou eu pra falar do Diego rsrsrs, 4° no Sunday Storm … o cara foi monstro !!
    Com certeza ele serve de inspiração para muitos … acho que a lição que fica aqui é FOCO e DISCIPLINA … foram mais de 11h de jogo e não tenho dúvidas que o Diego largou mãos muito boas, manteve a concentração e estratégia.
    PARABÉNS DIEGO !!

  3. Foda! Excepcional! Minha melhor colocação no Sunday Storm foi 25º, cai com AK x AQ na mão do vilão, se eu ganhasse ia para a mesa final!

    Hoje melhorei meu jogo, mesmo não tendo a oportunidade de conhecer o QG, acompanho seus vídeos mestre akkari, seus artigos, hoje jogo cerca de 140 torneios por dia (como trabalho 1 dia sim e outro não, tenho 15 dias para me dedicar), hoje jogo cerca de 45 mesas de uma vez, em uma tela de 17, acredite ou não!!!

    Meu jogo evoluiu muito e vai evoluir muito mais.

    Parabéns diego, parabéns Akkari.

    Em breve alcanço vocês!

  4. Uma pergunta a todos:
    O que vocês acham da profissão Poker Player? Quantos aqui são jogadores profissionais e ganham a vida jogando e viajando para torneios? Quantos QUEREM se tornar PROS?

    Levo essa dúvida comigo, pois quero me aprimorar, fazer curso, estudar, jogar, praticar, porem, qual o tempo “util” de um jogador de poker? Como é a vida de um poker player?

    Alguns ja me falaram “Não recomendo jogar poker como profissão!” ou “Poker em segundo plano. Primeiro minha carreira X!” e mesmo não querendo me abater, esses comentários são broxantes.

    O Mestre Akkari, por exemplo, vive disso! E quantos de nós poderíamos, não ser IGUAL a ele, mas, nos tornarmos bons o suficiente pra ter um retorno, conseguir reinvestir o dinheiro, ter seus luxos e etc?

    Sei que eu poderia pesquisar no google, mas, gostaria das opiniões de pessoas “próximas” aqui, pra levantar esse debate e ver o que realmente é ou poderia ser.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s