Precisamos de Mandelas!

Como alguém passa uma vida inteira brigando por uma sociedade mais justa, pelos direitos dos seres humanos?

Incrível a história de vida de Nelson Mandela. Em 2012 em uma das minhas viagens ele foi um dos meus temas de estudo, sempre faço isto, como viajo demais escolho um assunto e fico enfiado nele para passar o tempo mais rápido e ocupar os espaços entre um torneio e outro, ou fazer esquecer bad beats e coisas deste tipo. Quem é jogador de poker sabe o quanto a nossa cabeça gira rápido depois de ser eliminado de um torneio e eu percebi que o melhor remédio para isto são bons documentários, bons filmes, um bom jantar com os amigos, dar risada e etc.

Quando comecei a pesquisar a vida de Mandela vi o quão absurdo era tudo o que ele tinha passado e quanto a causa dele o elevou a uma das pessoas mais importantes da história da humanidade, por mais simples que ela parecesse, pessoas independentes de raça, cor e credo são pessoas e merecem ser respeitadas. Para mim isto parece tão banal mas é claro que deveria parecer pois vivo em um país mais livre, sou branco de classe média e nunca passei nem perto de sofrer preconceito, tirando a alguns anos atrás por ser jogador de poker kkkk, pq hoje poker é esporte e sou considerado um atleta.

Mandela não somente passou sua vida inteira lutando por esta causa, como ainda passou boa parte desta vida na cadeia, única e exclusivamente por ter peito de lutar contra isto. Imaginem 27 anos na cadeia? Pensa bem, 27 anos! PQP!

Quando Mandela saiu da cadeia ele foi ovacionado por uma multidão enlouquecida, todos clamavam pela presidência do líder negro, que enfim chegou. O cara saiu da cadeia com 72 anos, ficou 27 anos trancado e depois virou Presidente, é inimaginável algo assim.

O mundo precisa demais destas pessoas, fico assustado as vezes com que as pouquíssimas oportunidades que temos na humanidade de ver pessoas deste tipo, onde elas estão? Como nascem pessoas que lutam assim?
Se o mundo tivesse mais Mandelas viveríamos completamente confortáveis, um modo sem desigualdade seria um mundo com menos violência, um mundo com menos diferença entre ricos e pobres. Pessoas não nascem ladras, como a que me assaltou hoje, pessoas nascem boas, tenho plena convicção disto.
Acredito profundamente em Deus, sempre tive provas durante a minha vida que ele existe, dia após dia, em sendo assim, só consigo acreditar que ele nos colocou vindo bons de fábrica, mas o mundo transforma o ser humano em algo ruim.

Mandelas são o remédio para esta humanidade, e são tão poucos os Mandelas que eles não poderiam morrer! Um cara como este tinha que viver até os 150 anos.

A pessoa que me roubou hoje vivia dentro da minha casa, aproveitou a minha saída para o BSOP e limpou tudo, enquanto era tratada como familia. Compramos presentes para seus filhos, pagamos remédios para seus pais, ajudamos na sua doença, conversávamos sem nenhuma diferença, comia o que comíamos e bebia da mesma forma. Mas pq ela decidiu roubar mais de 20 mil reais entre dinheiro e produtos? Pq era uma pilantra?

Sei lá, acho sinceramente que sim, acho que as decisões de fato são de cada um e de honesta ela não teve nada, mas o nosso mundo só apresenta “diferenças” para as pessoas, o Brasil é pobre, o Brasil anda a pé e assiste 10% andando de carrão, o Brasil se fode em ônibus lotado as 5 da manhã para chegar na casa do “patrão” e ver a TV de 50 polegadas. Tudo bem, eu sei do tal merecimento, da tal luta para conquistar as coisas, da necessidade de as pessoas serem honestas, sei de tudo isto e acho que fiz por merecer a minha tv e meu carro, entretanto, quando a polícia foi na casa dela resgatar os produtos roubados encontrou tudo no meio da favela, sem escola, sem saneamento básico, sem perspectiva nenhuma de crescimento ou melhoria no médio e longo prazo. Porra, fala sério né!

Não estou achando desculpa para ela me roubar não, só estou querendo imaginar como seria o mundo cheio de Mandelas, não de imediato, mas como seria o mundo comandado por Mandelas por 30, 40 ou 50 anos?
Sinceramente eu dúvido que estas coisas seriam tão rotineiras, juro que duvido?

Ela tem que pagar pelo que fez, ela foi desonesta, mas sei lá viu, a grande parte da responsabilidade é dela mas e a pequena parte que não é dela, quem paga?

O Brasil é injusto demais, demais! Mandelas brasileiros precisam assumir o poder o quanto antes. Esta é a nossa única saída de médio e longo prazo já que é assim que pensamos no poker.
Esta cidadã que me roubou hoje, varreu minha casa, limpou bonito, em prol de poder assitir a minha televisão. Não é estranho isto? Não foi para vender e comprar farinha, não foi para ir para a balada e beber vodka, quando a polícia lá chegou os filhos dela estavam assistindo a minha televisão. Estranho demais isto … por favor, sem comentários aloprados de que estou defendendo o roubo dela, vocês não tenham ideia do quão surtado eu fiquei, mas quero apenas fazer uma reflexão deste nosso país no dia em que me acontece algo deste tipo e no mesmo dia que morre uma das maiores pessoas que esta humanidade já conheceu.

A Africa provou para o mundo que um Mandela apenas não resolve nada, o Mandela provou para o mundo que precisamos de mais pessoas como ele, hoje lendo em todas as mídias internacionais a informação mais triste é que a Africa do Sul é hoje um lugar com um preconceito igual ou pior do que quando Mandela estava preso. Negro continua sendo tratado como lixo, branco odeia negro, negro maltrata branco, um país cheio de violência e desigualdades ainda hoje pós Mandela, portanto, em acreditando demais em seres como ele a nossa questão passa a ser quase que matemática, quantos Mandelas precisam para arrumar esta merda de humanidade que vivemos? Um só não resolveu, a Africa tá uma bosta e eu continuo sendo assaltado em São Paulo, o mundo esta todo ferrado.

Talvez a solução não seja em nascerem mais Mandelas e sim em colocarmos nas nossas mentes um pouco de Mandela, todos darem uma Mandelada na nossa forma de pensar o mundo. É isto que estou tentando fazer hoje depois de ter sido estuprado pela minha empregada que nunca foi chamada de tal, pela dificuldade que eu tenho de considerar funcionário uma pessoa que vive dentro da minha casa todos os dias, isto pra mim é mais perto de familia do que de funcionário.

Passar a mão na cabeça do cara que te aponta a arma e pede seu relógio no farol é impossível mas ajudar uma creche com força total para que menos crianças acabem no farol é completamente possível, mas ninguém, ou quase ninguém faz, isto que entristece.

Fiquei muito feliz que arrecadamos mais de R$7.000,00 para o Instituto Mentes Brilhantes no BSOP, os que ajudaram foram realmente especiais, mas por outro lado, vocês não fazem ideia da vergonha alheia que deu de dezenas de outros, caras que usavam o adesivo do Instituto com discurso que era importante ajudar, e faziam com prazer imenso, e na retirada dos seus prêmios não deixavam 10 reais, 10 reaaaaaisssss, dizendo que estavam empatados no final de semana e não poderiam sair no prejuízo. Vai reclamar mesmo depois que o carinha enfiar o 38 na sua goela e pedir o seu relógio?, seu prego! Você joga poker e não tem a mínima ideia do que significa médio e longo prazo.

É claro que quem fez isto sempre tem uma desculpa, “Eu ajudo a casa tal!” , “Eu ajudo as crianças de tal lugar”, você não ajuda porra nenhuma, você nem sequer ajuda os outros a te ajudarem.

Desculpa galera, mas este era um recado anônimo que eu precisava dar, tamanha minha indignação com a forma com que muitos dos seres humanos enxergam a vida.

Por outro lado, temos gente boa nos cercando. Apenas como exemplo, o Eduardo Sequela arrecadou uma nota, pedindo mesmo, quase que esmola de jogador em jogador, como eu também fiz nas mesas finais. A galera da mesa final do High Roller teve um ato irado de ajudar todos em conjunto, muitos exemplos irados aconteceram. Isto sem contar centenas de outros casos dentro do BSOP, dentro do poker e também fora dele espalhados em outras forças de ajuda as crianças que existem neste nosso país. Portanto sou esperançoso!

Peço a Deus que de cada vez mais força a estas pessoas, e que se possível, de um time bank um pouco maior para Mandelas, levou ele com 95 anos mas poderia ter levado com 100, quebra esta para nós! Já que já foi agora, tenta segurar os outros espalhados por este mundo, precisamos demais deles. Leva corrupto, leva cara que desvia remédio do SUS, leva malandro que rouba em licitação de hospital, mas segura os Mandelas aqui patrão, por favor!

Valeu galera,

André Akkari

27 comentários sobre “Precisamos de Mandelas!

  1. Precisamos de muita coisa ainda…

    Sabe Akkari jogo poker não sou um fenomeno mais estou estudando da melhor maneira que consigo um dia chego em um nivel legal me torno lucrativo ganho alguma coisa ta beleza vou adquirir algumas coisas mais pelo que vou ser lembrado qual meu legado….A o Diego jogador de poker tal que ganhou alguma coisa..Bom pra quem pra mim minha familia desculpa velho só isso não basta muitos jogadores com quem conversei fala em esporte individual e tal, quando você recebe as cartas a decisão é sua tudo bem, só que Não esquecem de quem te ajudou la tráz te ensinou pra que você possa tomar a decisão certa quem te apoia em casa tem tanta gente por tráz de tudo que muitos por serem tão egoista e só olharem para o próprio umbigo não veem isto..Nosso sistema é falido…nossos impostos são uns dos maiores do mundo até pra você ajudar alguem ou uma instituição eles te assaltam…Pra muitos é muito facil deixar quieto guadar seu dinheiro é simples assim vendo pelos comentarios você fez um post IRADO e a galera cadê?
    Precisamos de Formadores de Opinião de Qualidade nesse pais isso só pra começar…
    Te admiro cara você fala o que você sente isso meu pai ensinou a admirar ele me disse uma vez que um homen tem que ter coragem, palavra e carcter velho e isso você tem foda-se o resto parabéns pelo POST.

  2. Excelente texto mestre Akkari. Excelente texto! É um impulso para seguirmos o exemplo de Mandela e daqueles que procuram promover o bem da forma que for. É importantes seus textos, pois nos faz refletir sobre diversas facetas do dia à dia do poker e da vida. Ainda tenho esperança. Como o poker o nosso país seguirá por caminhos melhores no futuro. Só espero que não seja tão distante. Acredito muito na prerrogativa que cada um tem que fazer a sua parte. Sinto que somos capazes de muito mais. Um exemplo é que na última etapa do torneio que iremos fazer aqui em Salvador nesse final de semana, o JSOP, que dará um field em média de 80 pessoas cada um deverá levar 1 kg de alimento não perecível para doação a uma instituição de caridade. É pouca coisa ainda, entretanto já é um passo em direção a luz. Ao invés de esperarmos pelos nossos governantes cada um poderia fazer algo em prol da sociedade mais necessitada. O mínimo que seja feito por cada um, se multiplicarmos por 200 milhões, que é a população média estimada do Brasil atualmente, com absoluta certeza dará um bom caldo!!!
    Enquanto escrevia esse texto surgiu uma ideia. Se todos os jogadores de poker do Brasil, seja amador, semi ou profissional, diretores de torneio, organizadores de home games, fizessem uma campanha para que todos os torneios, sejam os grandes ou os pequenos entre amigos ou torneios de bairro, sugerissem que cada jogador levasse 1kg de alimento não perecível ou uma lata de leite, para doar poderíamos revolucionar de forma positiva o mundo do poker. Estaríamos ajudando aqueles que necessitam, além de associar de forma mais bacana a imagem do poker no Brasil. Oq vc acha mestre?? Penso que é uma boa iniciativa.

    Abraço fraternos parceria!

  3. Sei lá, acho sinceramente que sim, acho que as decisões de fato são de cada um e de honesta ela não teve nada, mas o nosso mundo só apresenta “diferenças” para as pessoas, o Brasil é pobre, o Brasil anda a pé e assiste 10% andando de carrão, o Brasil se fode em ônibus lotado as 5 da manhã para chegar na casa do “patrão” e ver a TV de 50 polegadas. Tudo bem, eu sei do tal merecimento, da tal luta para conquistar as coisas, da necessidade de as pessoas serem honestas, sei de tudo isto e acho que fiz por merecer a minha tv e meu carro, entretanto, quando a polícia foi na casa dela resgatar os produtos roubados encontrou tudo no meio da favela, sem escola, sem saneamento básico, sem perspectiva nenhuma de crescimento ou melhoria no médio e longo prazo. Porra, fala sério né!

    Precisamos de mais personalidades assim: de Pelés, Gentili e Lobão já estamos fartos.

  4. Quando vi o seu post no face, que foi roubado, fiquei ansioso para ver o que ia escrever aqui no blog. Sinceramente me surpreendeu, achei que seria algo extremamente crítico e quem sabe até sensacionalista (com todo direito de ser). Mas não, um texto reflexivo e que fala muito do que eu penso a respeito, citando o grande Mandela então… Moro em uma cidade pequena, mas já fui robado em SP e sei como é perder para um ladrão, mas como jogador de poker, que devemos pensar a longo prazo e interpretar todas as Tells possíveis, sei que o ato de roubar vai muito além daquilo que passamos e presenciamos… Por isso PARABÉNS mais uma vez pelo post Akkari!

  5. Lamentável por essa apunhalada Akkari 😦 e lamentável o Mandela nos ter deixado tb : /

    Estou no trem indo trabalhar e antes passei na escola da minha filha para fazer alguns acertos, pois a conta dos ultimos meses não fecharam. Entramos neste assunto da educação, bondade e maldade das crianças e realmente, a criança não é má mas o convivio dela pode afetar a personalidade pra toda vida e esse é um receio que tenho de por minha filha pra estudar em escola pública. Vivo uma vida bem corrida passando 14 horas fora de casa todos os dias e me matando pra conseguir bancar a educação dela princilalmente. Hj a diretora disse uma coisa que faz todo sentido “Se todos os pais pensassem em escola e não em marcas o mundo seria melhor” l, isso se referindo as crianças que não tem educação boa mas os pais e elas próprias estão sempre com roupas caras, brinquedos caros e tudo de mais futil que possa ter, enfim. Cada um gasta e vive como quiser, mas isso me fez pensar melhor sobre algumas coisas que não são necessárias e no longo prazo eu conseguirei “formar” minha filha em uma pessoa do bem que praticará o bem apenas e nada mais! Tenho um plano de bancar escola particular pra alguma criança que os pais não tenham condiçoes, pois sei o quanto é frustrante trbalhar igual louco e não conseguir prover pelo menos uma escola boa para o filho! E eu sei que fazendo isso contribuirei minimamente que seja com o futuro bom de uma pessoa pelo menos.

    Forte abraço e continue sempre nos inspirando! vc é foda!!!

  6. “A indiferença que não te deixa pôr a mão no bolso
    É a mesma do louco que corta seu rosto.” Facção Central

    É isso que as pessoas com um pouco mais de dinheiro não entendem, que criticam a brutalidade de um assaltante ou alguém que rouba, mas ela olha a brutalidade de viver gastando dinheiro que daria para alimentar uma família inteira por um ano em uma noite. Você Akkari mesmo tendo muito dinheiro tu percebe essa divisão social que existe, essa tristeza de que existem muito mais “eu” do que “nós” nos discursos da maioria da população, até pessoas como eu que percebe essa desigualdade não faz muito para ajudar. Hoje tento fazer algumas coisas para ajudar os outros, para me tornar uma pessoa melhor. Admiro muito em você Akkari, a necessidade de buscar o seu melhor, como pessoa e jogador, parabéns pelo texto. Lendo essa história que tu passou para nós, eu fico com mais pena do que qualquer coisa dessa pessoa, pelo erro gigante que ela fez…

    Abraços
    João Carlos

  7. Embora existam enormes diferenças nessa terra, vale a pena sempre lembrar que a desproporção não se deve por falta de recursos e riquezas. O Brasil tem uma das maiores cargas tributárias do planeta e recursos são abundantes. Por outro lado, os investimentos e gastos do Estado são absurdos, ou seja cada vez mais vemos um Estado inchado e a corrupção rolando a toda, como todos sabemos. Aí vem a indagação, quem proporciona tal situação? A resposta é: o próprio brasileiro na hora de votar. Portanto quando se enfrenta uma situação tão desagradável como a descrita por você, não acho correto em se pensar no não cumprimento da Lei devido a situação social do criminoso. Crime é crime e a Lei tem que ser aplicada, caso contrário a anarquia se instaura.

  8. Akkari,

    Eu tenho um sentimento de amor e ódio por este país.
    Afinal, dizem que são 2 sentimentos que andam de mãos dadas. Enfim,…
    De qualquer maneira, acredito no bem, nas boas ações, e é isso que eu passo para meus filhos.
    Tento esquecer algumas situações e tento fazer sempre o bem.
    É isso que acredito.
    Melhor texto seu até agora….

    Forte abraço….

    por fim…

    peça aos administradores do PS pararem de quebrar meu AA com mais frequência que o normal…

  9. Akkari,

    Temos que “Mandelar” sim mas e quando outros que acreditamos não acreditam na gente? No seu caso, fez o que estava ao seu alcance pela pessoa, além da oportunidade de emprego, e é assim que ela retribui.

    Meu medo é de querer ajudar o cara no semáforo e quando eu baixar a janela ele me apontar a arma. Óbvio que é uma metáfora, mas acho que deu pra entender né?

    De qualquer jeito, eu acredito nas pessoas, confio e sempre espero que elas melhorem. Coincidiu com a morte do Mandela, com o seu post, mas essa semana recebi uma luz, não sei te dizer como, mas um negócio em mim que me fez chorar e praticamente “me mandou” cuidar de umas crianças que eu conheço e que sei que posso ajudá-las, seja com comida, roupa, educação e já decidi que assim o farei, mesmo que isso me custe algumas horas de sono. Sinceramente não sei o que aconteceu mas foi um chamado e sei que não vou conseguir dormir hoje sem pelo menos dar um primeiro passo, de organizar como e com que recursos farei isso.

    Obrigado pela reflexão do post, ajudou muito mesmo.

    Abraço!

  10. Parabéns pelo pensamento. Por isso que você tornou-se o ídolo que é. Sua humildade chega a ser comovente pena que nossas autoridades que podem verdadeiramente modificar essa situação parecem ter seus corações petrificados e não são capazes de se pôr no lugar do outro assim como você fez, a única preocupação deles é com seu bolso.

  11. As pessoas sentem (sic) a morte de Mandela. As pessoas mal sabem o que fez Mandela. As tais pessoas NÃO sabem o que fez Mandela. Faz parte da retórica da engenharia social esse vislumbre por falsos heróis. E claro: o mainstream alimenta as almas sedentas pelo bom mocismo… E lá vão elas, seguir os que mentem e/ou que também desconhecem por quem clamam, pelo que acreditam, porque seus súditos também os enganaram. Mandela, um segregador, que matou, escravizou e enriqueceu em cima de louvores de paz e igualdade baseados no lindo iluminismo. Pois é, minha gente. Ser reaça é ser diferente e excluído nessa meiuca chamada Terra. E vocês aí acreditando nos noticiários e, depois, os chamando de golpistas. E que raivem os falsos moralistas!

    • É isso ai Felipe, aprecio o talento do akkari no pokker, mas a opinião sobre o Mandela, foi na contra-mão. Esse Mandela citado é tão falso quanto nota de 3 reais inflelizmente. Precisamos abrir o olho para o que nos vendem! Basta ver as amizades dele e vemos o quanto ele brigou por justiça.

  12. Abordagem de um momento conturbado com lucidez e projeção futura. Excelente texto de um ídolo que representa esse esporte com propriedade e honra para nós!

  13. Parabéns pelas reflexões Akkari. As pessoas precisam entender que dinheiro é um recurso que precisa ser administrado exatamente como uma fábrica controla seus estoques de matéria prima, com eficiência. O argumento de que “o dinheiro é meu, trabalhei pra isso e faço o que eu quiser” é altamente ineficaz. Todos temos um compromisso social e moral, independente dos impostos e dos governos, etc. Quem tem mais do que precisa pra viver e cuidar bem da família deveria se conscientizar de que tem matéria prima ($) sobrando, em excesso. Não se trata de “dar $ pros outros” e sim de ajudar alguém necessitado a pagar a faculdade, comprar cestas básicas para famílias carentes, etc. Fazer isso no Natal soa como “ser bonzinho e apaziguar a própria consciência”…. o que realmente importa é o dia-a-dia.
    Parabéns de novo por suas iniciativas, pelo seu empenho pessoal.
    Silvio

  14. Belo texto, continue com esse pensamento; É raro encontrar pessoas que seguem essa linha de raciocinio! Se fosse um post falando poucas e boas da empregada que infelizmente te roubou, teria muito mais comentarios apoiando. Parabéns pela personalidade, embora outras pessoas influenciadoras pensem dessa forma, preferem ficar caladas do que serem julgadas.

    • Acabei de ler o artigo do akkari, ja vim correndo para os comentarios ver se alguem tinha realmente lido sobre a verdadeira historia do mandela. Sou admirador do akkari, mas vejo claramente como se deixou levar pela midia parcial(nao existe midia imparcial, foi uma reduncancia). Nao vou entrar em detalhes, apenas reafirmo, nao precisamos de mandelas, nem de ches, nem de fideis, nem de lenins, nem de PT, nem de hugos chavez. Pra bom entendedor, 4 linhas basta.

  15. Akkari, gosto muito dos posts sobre poker pois assim aprendo cada vez mais sobre esse jogo que a cada dia me fascina mais. Mas tenho que confessar que gosto mais ainda de posts como esses. São posts assim que revelam o grande ser humano que vc é! Meus parabéns por tudo! Vc é um cara diferenciado e merece tudo e muito mais.

    A sua última frase foi perfeita. O meu pedido é exatamente o mesmo que o seu…

    Grande abraço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s