O que o Pablo Cusi nos ensina?

E aí pessoal, mais um dia em Barcelona!

Esta cidade é fantástica, se você tiver um dia a condição de visita-la eu mega aconselho esta viagem. As praias são maravilhosas, comida muito boa, hotéis bem legais, tudo vale muito a pensa, sem contar os diversos locais históricos que sempre são irados de se visitar. Entretanto, neste artigo quero falar de um outro assunto, algo que ficou o dia inteiro na minha cabeça, martelando, e que eu queria compartilhar com vocês.

Não sei todos viram uma foto que hoje publiquei no Instragram sobre a reta final do Estrellas Poker Tour, torneio que temos um brasileiro da melhor qualidade nos representando na mesa final que acontece amanhã, Marcelo Fonsecas, um cara humilde, gente boa, que já tem uma carreira se consolidando e que agora com esta mesa final da mais um passo rumo ao sucesso na profissão que escolheu, ou se não havia escolhido 100% agora vai ficar ainda mais fácil a decisão. No entanto a foto que postei tinha o nosso Marcelo no canto inferior mas no centro tinha Pablo Cusi. Jogador espanhol, profissional ou semi profissional como ele gosta de ser chamado até para aliviar a pressão talvez, que se posicionava bem de frente para o dealer com seu irmão sentado ao lado.

Até aí nada demais, apenas mais um profissa espanhol, como muitos que estão nestes fields cavalares aqui em Barcelona, mas, para explicar o caso do Pablo vou copiar o e-mail que ele enviou para o PokerStars o qual achei nas minhas pesquisas na Internet para ilustrar melhor o meu artigo.

Buenas tardes:

Mi nombre es Pablo Cusí (ExtremHard), y soy un jugador habitual de Pokerstars, aunque totalmente amateur, desde finales de 2008. Anoche logré mi mayor éxito como jugador de póker al clasificarme para el evento principal del Estrellas Poker Tour que se va a celebrar en Madrid entre el 8 y el 12 de julio. Hasta aquí todo normal.

El “problema” es que soy un jugador con una discapacidad física muy importante, la cual apenas me permite mover un dedo y me dificulta muchísimo el habla. Todo esto no es ningún inconveniente para que pueda trabajar como asesor fiscal y jugar perfectamente al póker on-line, puesto que soy capaz de manejar un ordenador sin problemas.

Sin embargo, para jugar al póker “en vivo” necesito de un asistente (en este caso, sería mi hermano), que:

1. Mire mis cartas y me las diga al oído, puesto que yo no puedo levantar las cartas.

2. Ejecute las acciones que yo le indique (apostar, subir, no ir…), puesto que yo tampoco puedo coger las fichas.

3. Ejecute cualquier otra acción que yo le indique y que sea necesaria para el desarrollo del juego.

Entiendo que este sistema no es muy común, pero tengo constancia de que es el que se utiliza en las WSOP con los jugadores invidentes. Además, es un sistema similar al que yo mismo he utilizado en campeonatos oficiales de ajedrez en años pasados.

En definitiva, necesito que ustedes me den el visto bueno para poder participar en el Estrellas Poker Tour utilizando el sistema que les he propuesto, posibilitando de esa forma que mi discapacidad física no sea un inconveniente para participar en un torneo tan importante como este.

Espero impaciente su respuesta.

Un abrazo y muchas gracias.

É isso, o Pablo é um cara que tem um seríssimo problema físico, com o corpo quase 100% paralisado, podendo mexer apenas um dedo, sério, apenas um dedo. Neste e-mail, mesmo espanhol, dá para entender perfeitamente que ele está solicitando a autorização para jogar o evento auxiliado pelo seu irmão, onde ele argumenta que este estaria apenas cumprindo as ordens passadas por ele e pegando as fichas e executando para o desenrolar do jogo de poker, ou seja, seu irmão seria o seu corpo comandado pela própria mente do Pablo.

Indo mais a fundo na pesquisa sobre o Pablo descobri que o parceiro além de já ter sido campeão de xadrez, também já recebeu dois diplomas universitários e um reconhecido analista econômico na Espanha.

Para ir direto ao ponto, o corpo dele o deixou para trás mas sua mente opera como a de poucos que possuem corpos perfeitos, ele é inteligente, criativo, sagaz e pode competir de igual para igual no mercado de trabalho de administração, economia e do poker profissional. Tenho certeza que além de fazer tudo isto, é desta forma que ele gosta de ser visto, não deixando de lado seus problemas como ele mesmo acuso nos seus blogs e artigos mas enaltecendo suas capacidades mentais que tem todo o direito de serem exaltadas de verdade.

Do Pablo para o Pablo a história tá resolvida, inclusive amanhã na mesa final o grande objetivo é que os jogadores o enxerguem como apenas mais um oponente, um grande oponente pq com este currículo e com já diversos ganhos acumulados no poker online e no poker ao vivo, se nego não acordar ele vai tomar as fichas de todo mundo, ou se por acaso tiver algum tipo de corpo mole da parte dele pode ter certeza que ele vai enfiar ficha na orelha dos caras, como também na minha pesquisa já fiquei sabendo que ele vem fazendo durante o torneio todo.

A grande questão é do Pablo para nós! e não do Pablo para o Pablo!

Temos todo o direito de viver nossas vidas como bem entendermos mas eu de fato acredito que boa parte da felicidade vem da percepção que nós temos das coisas e dos parâmetros que a vida e nós mesmos colocamos na nossa história.

Faz um dedo a mais deste cara funcionar! Qual seria o nível de satisfação dele ao acordar e ver que mais um dedo, ou uma mão voltou a funcionar perfeitamente? E quanto ele seria grato ao universo, a Deus, por isso?

Isto não nos faz ter que acordar todos os dias e contarmos quantos dedos das nossas mãos estão funcionando e agradecer por cada um deles insistentemente, entretanto, será que nos damos conta todos os dias do quanto somos ou deveríamos ser gratos e mais importante, FELIZES com tudo o que temos e parar de pensar no que não temos?

Fiquei o dia inteiro pensando nisto e é na verdade fruto de boa parte das minhas meditações nos últimos anos, depois de tudo o que aconteceu na minha vida e tudo o que eu vejo acontecer na vida de amigos, parentes e como todos agradecem e são felizes com tudo isto, chego a conclusão que não fazemos 1% do exemplo que um cara como o plano tenta nos passar mesmo que sem querer.

Tomar uma bad beat é triste? É claro que é! E pq existem os Pablos no mundo, nos tira o direito de reclamar delas? Não, tenho certeza que não, mas chorar de alegria, dar risada, e quando enfiar a cabeça no travesseiro agradecer a Deus por tudo o que temos deveria ser obrigação máxima de todo ser humano e tenho certeza que a minoria faz isto.

É o cheque especial, o cartão de crédito estourado, a briga com o filho, o desmanchar de um namorado, seja lá o que for, as pessoas se relacionam com estes problemas de formas diferentes e quem sou eu para falar que elas não tem o direito de reclamar, mesmo pq acredito que elas tenham, mas agradecer o andar até o banco para ver se você está no cheque especial, agradecer que você pode fazer sexo com o seu namorado e que mesmo que agora não possa mais outros (as) virão, que você tem voz, enxerga e escuta perfeitamente até para poder ter suas brigas do dia a dia, também fazem parte de um equilíbrio que eu acho que devemos buscar todos os dias. Isto que eu acredito que realmente o caso do Pablo nos ensina, apenas a obrigação de agradecer e o mais importante procurar felicidade nas coisas que nós temos e não nas que não temos! Pense nisto de verdade!

Sei que parece aquelas frases feitas de publicações no Facebook que por sinal até me enchem um pouco o saco, mas pensa bem galera, olha Deus mostrando para nós que pessoas assim buscam e encaram a felicidade de uma forma mais fácil, pq nós muitas vezes não fazemos isto?

Nestes últimos tempos fui apresentados para pessoas como o Vinícius que foi no nosso QG fazer o curso, no BSOP também para outras pessoas que também tem algum tipo de impedimento físico e me intriga demais pq estas pessoas quase sempre estão com um sorriso no rosto mais fácil de ser reconhecido do que um monte de outras pessoas sem pepino físico nenhum pra resolver.

O que me resta é agradecer, todos os dias, agradecer o carinho de vocês, agradecer a Deus por tudo o que ele me serve todos os dias, agradecer minha , por ser tão maravilhosa, meus amigos, tudo! E procurar dar risada, me divertir, construir, fazer o que gosta e enfrentar os problemas que a vida nos apresentar da forma menos sofrível possível, pq invariavelmente eles vão aparecer na vida de todos, o telefone sempre toca dizendo que alguém partiu e nesta hora só resta os bons momentos que vivemos juntos, o resto é resto!

Tem outro ensinamento importante que fica desta história. Você quer algo? Você quer muito? Então luta meu rei, vai lá e pega porra!!!! Mexe a bunda do sofá e faz algo para acontecer o que você sonha, o que você quer aconteça! Para de ficar esperando o mundo passar na sua frente. Muitos poderiam falar, “Akkari, mas que outra coisa o Pablo faria também nestas condições?” Sabe o que ele faria? Nadaaaa cacete! Absolutamente nada, o cara mexe apenas um dedo, do corpo inteiro ele apenas mexe um dedo. O natural, ou pelo menos a maioria, não faria porra nenhuma! Mas não, o cara é formado em duas faculdades, premiado, jogador profissional de xadrez, agora de poker e está na mesa final do BSOP aqui da Espanha, o maior torneio da história do PokerStars em field! Mexendo UM DEDO! É demais! Fica deitado aí um dia só, mexendo só um dedo, e depois reclama da vida! (pronto, to chorando de novo)

Da minha parte aqui em Barcelona, meu papel é torcer muito mas muito mesmo para o Marcelinho, não é para o Pablo não, vou torcer para o Marcelinho, brasileiro, meu amigo, como eu iria fazer se o Pablo fosse uma pessoa físicamente normal e acho que desta forma estou ajudando na felicidade do próprio Pablo. Agora se o Marcelinho cair, aí sim, vou torcer apenas para o Pablo sem o conhecer para ver como uma pessoa que já demonstra ser feliz naquelas condições pode se mostrar para o mundo em apenas um olhar com o grau mais alto da felicidade daquele momento, eu estarei lá para ver.

Marcelinho ficha em todos eles amanhã parceiro!

Ahhh só mais duas coisas, a primeira, se este recado transcendental para provar aos que não acreditam que poker é habilidade não serve, acreditem então que o Pablo é um cara de sorte! Que todos os torneios cravados, diplomas ganhos, premiações na sua área, ele seja apenas um cara de sorte mesmo para chegar onde estará amanhã na mesa final.

E a segunda, a resposta oficial do PokerStars para o Pablo;

Hola,

Gracias por su email.

Me complace informarle que podra traer un asistente para ayudarle a jugar
en las mesas en vivo.

He enviado su email a la persona responsable que podra asegurar un asiento
para su asistente por detras de su asiento en la mesa.

Saludos,

Miguel B
PokerStars Live Events Team

E depois de 7 anos de Team PokerStars, como jogador profissional, podendo ser mais informal, a minha resposta para o Pablo seria:

“Se quem mais poderia desistir e não estar disponível para jogar esta pronto para entrar em campo, quem somos nós para falar não, nós vemos no Estrellas Poker Tour!”

Fica a foto do espanhol da superação Pablo Cusi Serra, jogador profissional de poker!

_pablo_cusi_estrellas_madrid

Pois é!
Beijos galera! PARABÉNS MARCELINHO! PRA CIMA DELES!

André Akkari

31 comentários sobre “O que o Pablo Cusi nos ensina?

  1. Nossa que História Emocionante, é de Arrepiar.
    Enquanto pessoas 100% bem fisicamente são preguiçosas, não querem trabalhar e só vivem reclamando da vida, o Pablo dá uma lição de vida. EU juro que eu queria muito ser o irmão dele e estar ali ao lado dele fazendo apenas as ações, seria melhor do que qualquer coach neste mundo.
    Boa SOrte Akkari e obrigado por mais uma Bela história no seu Blog que é DEMAIS. e VAmoo MArcelinho, agora minha torcida está dividiva rsrsrsrs

  2. Realmente um exemplo fantástico de superação .. Se você deseja algo ninguém pode lhe impedir,nem mesmo os problemas físicos …

    Sucesso Akkari

  3. aakkaaaaaaaaaari do céu, noticias do team micro por favor. Desculpa ai, isso não tem nada a ver com o seu post, que pra ser sincero ainda não li, mas imagino que vai ser uma grande lição de vida, vou ler antes de ir tentar dormi pra pensar nele, enfim, acho que já enchi o saco da galera do QG perguntando que dia sai a lista e tal, é que já é dia 31, ansiedade ta matando. Pô eu queria tanto estar com minha pronta kkkk. solta alguma noticia ai xD. Desculpa qualquer coisa , e que to ansioso mesmo.
    Valeu cara, abração.

  4. Tem nem o que dizer. Se eu já estava disposto a arrumar um tempo pra conciliar o poker com minha faculdade, agora então é que vou partir pra cima dos livros, artigos e tudo o mais que o poker pode me ensinar.

    Belíssima história!!

  5. Realmente… é nessas horas que vemos que a vida é muito mais que ficar chorando pelos cantos !!!
    Vlw aakkari pois nos passar as histórias que o poker nos proporciona !

  6. É fácil nos colocarmos no teu lugar, André, quando tu diz “fiquei pensando o dia todo nisso…”: são tantas as limitações desse sujeito que podemos ficar horas praticando o exercício mental da gratidão por cada detalhe cotidiano praticado no automático, mas que no fundo é um pequeno milagre da existência.

    Cara, que bacana essa história. Obrigado por dividi-la com a gente.

  7. Akkari, não tem como não chorar lendo tudo isso que você escreveu, e ao mesmo tempo, fazer uma alto reflexão da nossa vida chegando nessas mesmas conclusões que você chegou, ver o quanto nos tornamos cegos para o milagre que é a vida em nosso dia a dia, deixando de enchegar a felicidade nas coisas mais simples, como o mexer de um dedo no caso do Pablo, e nem agradecemos por apenas sermos perfeitos fisicamente. Obrigado por compartilhar conosco essa realidade, que pra quem leu serve como um tapa de pelíca na cara(pelo menos pra mim serviu), para acordar pra vida, ser feliz e agradecer por tudo que somos e que temos. Parabéns por ter essa persepção que vai além do Poker e essa alma boa que você tem, as coisas não acontecem por acaso, você é o cara certo para levantar essa nossa bandeira do Poker e servir de exemplo para aqueles que estão começando, sempre mostrando que o Poker vai muito além de apenas um jogo, mas sim um aprendizado pra vida. Deus abençoe você e sua familia.
    Grande Abraço!!!

  8. Nossa não tem como não chorar com esse relato, que exemplo de vida!!! é muito bom nós todos lembrar do Pablo, quando for reclamar da vida, Torcida grande aqui pelo Marcelinho e para o Pablo. VAMOOO

  9. Parabéns pelo post Aakkari. Mostrando que no fundo você é fera no poker pq tem cabeça e coração bom! Sobre o Pablo sem palavras pro homem! Valeu por contá-la pra nós… Boa sorte no live! e VAMOOO MARCELINHO!!!!

  10. Confesso que raramente me emociono lendo algo, mas este texto juntamente com a história de Pablo me emocionou pra caralho. Algumas lágrimas escorreram. Tenho certeza que esta história permanecerá por algum tempo em minha mente.

  11. Acabei de ler qui, da até um arrependimento de alguns pensamentos, o negocio é agradecer a Deus por tudo, tipo, roubaram minha primeira moto que comprei segunda-feira, tinha uns 14 dias que eu tinha comprado ela com uma grana que meu pai me emprestou, é foda rs, mas foda-se, eu agradeço a Deus por ter tirado ela de mim, talvez ia me acontecer um acidente, sei-la, Deus sabe oque faz. Agradeço por estar devendo meu pai e não ao banco, imagina ficar pagando um veiculo que mau usei ele, fora os juros que eles cobram, e eles não tão nem ai se vc foi roubado ou não. Meu pai disse que não preciso me preocupar com o dinheiro, mas vou pagar ele, não sei quando, mais vou.
    e o mais importante, agradeço a saúde que tenho, pra poder trabalhar, comprar outra e pagar meu pai, não, comprar outra não, depois disso não quero mais moto, so quando eu der conta de bancar um seguro.
    Pô são tantas coisas. O negocio é agradecer, caiu uma pedra no seu pé, agradeça por ela não ter caído na sua cabeça. A gente reclama demais, e de barriga cheia.
    e essa história me deu um gaz, hoje eu jogo joguinho de 0,25$, mas ainda vou dar muita 3bet no aakkari na FT do 109$ com rebuy.

  12. André, muito legal seu post! Que possamos nos lembrar dele toda vez que pensarmos em reclamar da vida, ou de algo desfavorável, seja lá o que for… Ao invés disto, vamos agradecer a Deus por tudo que temos, pensamento positivo e seguir em frente!!! Parabéns pelo blog e boa sorte s todos os brazucas que estão em Barcelona!!!

  13. Andre,
    Ricardo, da turma de Agosto…muito obrigado amigo por esse texto. Estou desde que acordei de mal humor, pendandi nos meus problemas e me deparo com o seu texto. Me emocionei muito e vou tocar o restante do dia totalmente diferente. Grande Abraço.

  14. Caramba Akkari, é incríivel como tudo na nossa vida acontece no momento certo. Quando fui ler este post tinha acabado de levar um seqüência de badbeats que tinha me deixado com os nervos a flor da pele. Já estava tiltado e questionando a Deus “quando as badbeats iriam parar?”. Ao final do post a resposta veio automática “Quando eu parar de jogar poker.” Comecei a rir sozinho de mim mesmo. É uma resposta tão evidente quanto aquilo que o Pablo nos demonstra. As badbeats da vida vão acontecer enquanto insistirmos em viver, podemos assimilar isso e seguir em frente ou desistir e chorar a nossa falta de sorte, simples assim. Por esse motivo agradeço a seu post, ao Pablo e a todos aqueles guerreiros que nos inspiram a seguir lutando. GG!!!

  15. Bah…. Que aula de vida Mestre! Não deu pra conter as lágrimas.
    Lembrei do trecho de uma musica:
    “Chorei, não precisei esconder, todos viram, fingiram, pena de mim não precisava. Ali onde eu chorei, qualquer um chorava. Dar a volta por cima que eu dei, quero ver quem dava…”
    É isso… faltam palavras para descrever o sentimento. Obrigada por existires em nossas vidas!

  16. Sou muito fã do Team Pro Pokerstars – Andre AAkkari, mais sou mais fã ainda de André akkari, Paulista, Brasileiro, corintiano, casado, pai de duas filhas e um cara com um coração do tamanho do mundo. Seguirei seus paços mestre!!!

  17. Boa André … Parabéns pelo texto é sempre importante ouvir esses depoimentos para poder dar m pouco mais de valor a vida …abç do Thyaguinho ousadia e alegria sempre…..

  18. André,

    Seu blog é fora de série. O melhor disparado, sempre com assuntos interessantes, humanos e perto da nossa realidade do dia a dia.

    Parabéns e não para não! Blogs como o seu nos mostram que é possível. Não importa a idade, não importa o sexo, não importa a religião, não importa a condição física, enfim, não importa nada, importa somente a vontade de vencer.

    Obrigado! Não o conheço pessoalmente, mas aqueles com quem converso e que já tiveram essa honra já me disseram que você é isso mesmo e um pouco mais. Ou seja, um verdadeiro campeão, no pano e na vida.

    Grande abraço
    Obrigado por essa história maravilhosa

    Antonio Carlos Fernandes

  19. Sem palavras..’ compartilhei com todos os meus amigos, e li ela do lado da minha familia todos se emocionaram e nao conseguiram conter as lagrimas, ate meu pai que e um cara duram e com um coraçao bem nordestino nao se segurou… tudo de bom pra vcs ai em Barcelona e boa sorte para o ExtremHard… depois de ler isso levei meu dia totalmente diferente e espero continuar assim por toda minha vida… Abraçoo GL…’

  20. Demais! Conheci seu blog agora e não consigo parar de ler Akkari! Sou um grande fan do seu trabalho no mundo do poker e, agora vejo, que você também é um grande homem. O mundo abunda de seres humanos, difícil mesmo é encontrar um homem de verdade.
    Um grande abraço de Santa Catarina!

  21. Pingback: Pablo Cusí a estrela maior do Estrellas Poker Tour | PokerPT

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s