Férias, as primeiras da nova profissao

Depois de um ano de profissão poker, resolvi esta semana tirar as primeiras férias com a família e nada melhor do que um descanso para pensarmos em tudo o que aconteceu.

Na verdade, no meu caso, pensar como a minha vida virou de uma hora para outra, como as coisas acontecerão tão rápido, o ano de 2006 foi incrível.

Neste post quero falar um pouco sobre a importância para o profissional de poker não jogar só poker, como sei que muitos dos meus grandes amigos lêem o meu blog, acho legal colocar para fora algumas das questões que pensei bastante durante esta semana de férias. Reflita comigo:

Quantos profissionais no mundo, vivem diariamente a tensão que nos vivemos no mundo do poker?

Sabe aquela emoção de pegar uma reta final de um torneio, tipo bubble de mesa final de um field de 600 pessoas. O coração pulando, batendo forte, a mão suando, a mente 100% concentrada na mesa, em quais as ações que vão acontecer, quem são os fulanos, quantos faltam para a mesa final, o cara que ia cair de repente dobrando, vc vendo suas cartas e não vem porra nenhuma, mas vc não pode esperar, tem que se mexer se não os blinds assassinos te matam.

Você imagina quanto o nosso coração, o nosso corpo em si sofre com uma situação destas? É sério, parece brincadeira mas não é! Isso que eu estou falando todo mundo que jogar poker um pouco mais serio, não precisa ser profissional não, só jogar com uma certa regularidade, já sabe o que é, agora faço outra pergunta.

Quantas pessoas que exercem qualquer outra profissão passam por isso 1 vez por mês? Ou 1 vez por trimestre?

Se levarmos em consideração os esportistas vai, um caso a parte, tipo, um jogador de futebol, que quando faz um gol vibra, comemora, leva a emoção as alturas, maaassss, quantas vezes ele passa por isso no mês? Mesmo assim, ele ainda descarrega sua parte física, corre, chuta, nós não, somos uma bomba relógio meus senhores, é isso mesmo, somos uma bomba diária o que é pior ainda. Todos os dias tomamos uma bad beat que leva seu nível de frustração ao extremo, todos os dias, ou pelo menos de vez em quando, estamos perto do ITM, quadramos, perdemos por 1 out, ou trincamos no flop o que leva nosso coração a pular pelo menos muito mais do que o normal.

Uma vez o Raul disse para mim, “Akkari, precisamos ganhar dinheiro de outra forma, se não, não chegaremos aos 50” na hora achei que ele estivesse exagerando e ate pensei, “bom, ele diz isso pq joga cash game, coisa pesada, onde o coração pula da garganta a cada pote”, mas não eh isso não, o cash game realmente mata mais rápido eu acho, mas o poker em si é uma profissão violenta demais, e não vem me convencer que o Phill Ivey com aquela cara de Cigano Igor, sem expressão não sente o mesmo que é mentia, ele disfarça e controla a exposição das suas emoções, mas emoções são emoções. Senta o Ivey no High Stakes e coloca o medidor de batimento dele pra ver se não acusa, oooohhh se acusa.

Por isso tudo, nestas primeiras férias resolvi falar para vcs meus amigos, o quanto esta sendo importante para mim fugir do poker. Desencanar nem que seja uma semaninha do jogo, das emoções que ele traz todos os dias. Isso se quisermos viver mais que os 50 né!

Um dia falei para o Vitao, Vitor Marques, um dos grandes jogadores do Brasil, “Vitao, vc precisa se cuidar cara, fuma muito, bebe cerveja e tal” aí ouvi dele uma resposta que leva este meu post pro buraco. “Akkari, vc não está entendendo, meu plano era viver até o 25 com intensidade total, estou com 28, to num puta lucro fudido!!!”lololololol!!!!

Bom, dia 28 estou de volta, de volta para o online, para o live, para tudo pq já estou tremendo hehehehehehe!!!!!

Abraço galera,

AAKKARI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s