De volta pra casa!

Pois é, mais uma viagem acaba!

Desta vez infelizmente não trago resultados bons para casa, mas como em todas as viagens, com resultados ou sem, valeu muito a experiência. Joguei mais uma série de torneios de primeiro nível, com diversos profissionais, principalmente profissionais do online que estão cada vez mais invadindo os jogos live. Vou falar um pouco destes profissionais neste post pois acho importante para o pessoal que está começando saber as feras que freqüentam estes torneios e o modo como eles jogam.

O primeiro cara que vale a pena ser citado é o APESTYLE. Ele é um profissional bem conhecido nos torneios grandes online, principalmente no Poker Stars. Joguei na mesa dele no torneio de buy in de 1,5k. Ele tem um estilo bem agressivo quando tem posição, mas dificilmente transforma o pote em algo muito grande, sempre busca pequenos potes sem se meter muito em confusão. Normalmente solta aquelas mãos marginais que aposta mas toma a volta de alguém. É um estilo bem interessante de jogo, está sempre crescendo em fichas mas de maneira lenta, nunca toma muitas porradas mas também não cresce rápido, não se expõe muito.

O segundo jogador que tive o prazer de jogar na mesa do Main Event, não é muito conhecido dos torneios mais famosos do online, mas joga muito sit and go caro, principalmente os Heads Up de U$5.000,00 que é o NEVERWIN. Este possui um estilo ainda mais agressivo, pouco importa a posição na mesa. Pela contas que fiz na mesa ele joga pelo menos 40% das mãos, está sempre envolvido nos potes. O jogador para ter este estilo precisa ter uma habilidade pós flop muita apurada, possui um percentual de acerto nas leituras dos outros jogadores muito alto, o que faz com que seja válido ele entrar no maior numero de potes possíveis, se não acerta o flop para o seu adversário ele mete ficha e acaba levando o pote, principalmente quando está em uma mesa muito tight, ou com pessoas que jogam pressionadas pelo dinheiro. Geralmente ou ele fica grande rápido no torneio e aí acaba dominando a mesa mais ainda, ou então ele perde suas fichas no primeiro level.

Agora o último jogador que eu queria comentar neste post é justamente o cara que ganhou o main event da WSOP de Indiana, LILHOLDEM. Este é uma figurinha carimbada do Poker Stars, em todos os torneios, principalmente os de rebuy. Seu estilo de tão agressivo chega a ser engraçado, em vários momentos eu o Vini e o Rick chorávamos de rir com as mãos que ele apresentava. Exemplos do tipo, ele sobre 3x blinds do meio da mesa, o Dealer re-sobe ele mais 5 blinds, ele re-sobe o Dealer, o Dealer re-sobe ele novamente e ele coloca o Delaer em All In, em muitas situações o adversário acaba largando a mão e ele leva potes gigantes sem mostrar as cartas, mas as vezes a coisa dá errado e aí lá vai LILHOLDEM mostrar seu 97suited contra o AK do adversário. Ele acelera todas as mãos de qualquer posição, parece brincadeira.
Quanto mais passa o tempo, mais a mesa fica discrente em relação a ele, até que de repente alguém o coloca em All In e ele está com um monstro na mão e dobra suas fichas. É muito engraçado!

Este estilo levou LIHOLDEM a ser campeão da WSOP, empacotando mais de U$260.000,00!!!

Se você me perguntasse se sou a favor deste estilo, responderia que é de fato uma forma diferente de jogar. Sei que um dos segredos do poker de sucesso é a agressividade. Quando ela é exagerada assim, acredito que vc tenha que ter uma habilidade de analisar seus adversários maior ainda, e este cara de fato tem, isso que faz dele um ganhador indiscutível.

Muitas vezes na Internet ele chegou a me passar uma imagem meia de antipático, ou até mal educado, entretanto esta imagem mudou totalmente, ele é um cara 10, demos risadas pra caramba, ele tem menos de 1,50m de altura, branquicelo, todo metido a Rapper, é realmente uma figurassa e um tremendo jogador!

Um fato que vale ser lembrado e comentado no blog;

A atuação ridícula de Vini Marques no aeroporto de Indianápolis que quando foi brincar com uma bolinha de plástico, tentou mostrar alguma habilidade futebolística, com aquele físico de jogador de buraco, torceu o pé, e teve que andar o aeroporto inteiro de cadeira de rodas, chorando de dor, uma situação ridícula!

No restante esta viagem foi muito legal, tive como companheiros duas pessoas sensacionais, o Vini e o Rick, inclusive o Rick ganhou um dos torneios o que me deixou muito feliz, acredito que a viagem acrescentou muito ao jogo de todos nós, trocando experiências, discutindo as mãos jogadas, uns torcendo pelos outros, realmente foi uma viagem especial!

Amanha estamos de volta ao Brasil, muito obrigado a todos que torceram por nós, valeu mesmo!!!

ABRAÇO
AAKKARI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s